Segurança

Serra Gaúcha terá novo Batalhão da Tropa de Choque da BM

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

Para marcar os 120 dias do RS Seguro, o governador Eduardo Leite, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e o secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, confirmaram na manhã de segunda-feira, 15, a implantação de um novo Batalhão da Tropa de Choque da Brigada Militar em Caxias do Sul, além de uma série de ações estratégicas para avançar no plano traçado no âmbito do programa estruturante e transversal da segurança do Estado. O local, que foi planejado para receber 300 PMs, deve receber, no início, aproximadamente 110 policiais a partir do mês de agosto. O batalhão deverá atender as demandas de 66 cidades da Serra, com prioridades nos municípios com maior números de violência, como Caxias, Bento Gonçalves e Farroupilha.

Caxias do Sul entrou no grupo dos 18 municípios considerados prioritários para o projeto RS Seguro. Além da maior cidade da Serra, Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Capão da Canoa, Esteio, Gravataí, Guaíba, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Maria, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Tramandaí e Viamão também fazem parte do eixo de trabalho. Também foram destacados os critérios pelos quais eles foram escolhidos e os quatro indicadores que serão monitorados (crimes violentos letais intencionais, roubo de veículos e roubo a pedestres, comuns a todos, mais um indicador condizente com a realidade local) para o planejamento operacional dos órgãos de segurança.

O decreto foi assinado pelo governador Eduardo Leite. Entre as ações programadas para o novo comando, os integrantes do batalhão deverão sair dos dois mil novos soldados-alunos que realizam formação em 20 núcleos da BM pelo estado, inclusive em Bento Gonçalves, porém, será mesclado de policiais com mais tempo de serviço e soldados recém-formados. A estrutura da nova unidade está em negociação com a prefeitura de Caxias do Sul, que, segundo a BM já teria oferecido três imóveis. Em nota, a prefeitura diz que irá se manifestar no momento oportuno.

Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini e Reprodução

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário