Regional

Rota “Pelos Caminhos do Pão e do Vinho” começa a ser formatada

Da Redação
Escrito por Da Redação

Encontro aconteceu na Câmara de Vereadores de Muçum. Ao todo, 18 municípios integram o projeto

Na manhã desta quinta-feira, 24, a Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (AMTURVALES) juntamente com a Associação de Turismo da Serra (ATUASERRA) estiveram reunidos, na Câmara de Vereadores de Muçum, com representantes dos municípios da região Alta do Vale do Taquari e da região Uva e Vinho na Serra que integram a rota turística “Pelos Caminhos do Pão e do Vinho”.

O presidente da Amturvales, Rafael Fontana, iniciou o encontro chamando o prefeito de Muçum, Lourival de Seixas, para expor a tramitação da ligação asfáltica, com 61 quilômetros de extensão, junto ao Ministério do Turismo (MTur). “Foram autorizados R$ 3,8 bilhões em forma de consórcio. Agora estamos aguardando o empenho e liberação”, relata Seixas.

Para Fontana, o projeto exigirá muito empenho por parte do poder público e privado, de entidades e autoridades estaduais e federais. “Buscamos oportunizar novos negócios e geração de emprego e o projeto, sem dúvida, alcançará isso, mas só será possível torná-lo realidade com muito trabalho, persistência e dedicação de todos nós”, destaca.

Na ocasião, os 18 municípios apresentaram os seus produtos e atrativos turísticos. Conforme a diretora executiva da Atuaserra, Beatriz Paulus, o encontro é uma etapa do projeto. “Estamos saindo da questão política geográfica para tornar esta ideia um produto de mercado. A rota não existe de fato, mas é importante que os municípios se conheçam, que expõem seus serviços que se comunicam com a ideia do pão e vinho”, explica.

Beatriz relata que é importante definir dentre todos os municípios um cronograma de trabalho, pois alguns estão começando a desenvolver o turismo. “Esta fase é de identificação, de caracterizar as potencialidades e de definir os empreendedores”.

Além disso, na oportunidade, foi criado um grupo de trabalho técnico que irá atuar juntos aos municípios a fim de qualificar e implementar as atrações turísticas para, depois, atuar nas etapas subsequentes que levarão a um mercado, conforme o perfil do cliente. “A partir daí poderemos executar junto ao Ministério do Turismo a parte de verbas para que todo o circuito seja pavimentado, tendo como carro chefe uma economia diferenciada com serviços, turismo e a interlocução geográfica deste território, concretizando este objeto,” ressalta.

Os municípios

Integram a rota as cidades de Anta Gorda, Arvorezinha, Doutor Ricardo, Encantado, Ilópolis, Itapuca, Muçum, Putinga, Roca Sales, Nova Bréscia e Vespasiano Corrêa. Coronel Pilar, Bento Gonçalves, Garibaldi, Guaporé, Monte Belo do Sul, Nova Alvorada e Santa Tereza.

Fonte: Ascom Amturvales

Foto: Vanessa Paliosa

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário