Geral

Pardais de rodovias estaduais começam a ser desligados na quinta-feira, 18

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

O desligamento de todos os pardais existentes nas rodovias estaduais começam na quinta-feira, 18. A previsão é de que os cerca de 100 equipamentos estejam fora de operação no sábado, 20. O motivo do desligamento se dá porque o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) não conseguiu realizar em tempo hábil, o processo de licitação para definir a nova empresa responsável pelo serviço.

Os contratos assinados em 2014 e com validade de no máximo cinco anos impossibilitaram uma possível renovação. A licitação para escolha do novo prestador do serviço está em análise na Secretaria Estadual de Logística e Transportes, ocasionando atraso em todo o processo. Os esquipamentos existentes nas ERS-122, RSC-453 e ERS-444 também deverão estar sem funcionamento até que novos aparelhos sejam instalados.

Com isso, a fiscalização para coibir o excesso de velocidade nas estradas estaduais dependerá exclusivamente dos radares móveis utilizados pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM). Até esta quarta-feira, 17, pelo menos 93 equipamentos ainda estavam funcionando em todo o Rio Grande do Sul. Eles foram implantados em 13 rodovias e em pontos de risco, onde há cruzamento perigoso, travessia de pedestres ou histórico de acidentes graves.

Questionado sobre o prazo para conclusão do processo licitatório, o Daer não informou o prazo para instalação dos novos pardais. Nos últimos cinco anos, o Estado repassou para a empresa vencedora do certame cerca de R$ 4,1 milhões em aluguel pelos aparelhos.

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário