Esportes

Há três anos, Bento Vôlei conquistava título no Paraná

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

Equipe garantiu a taça da Copa Internacional Copel Telecom, em Maringá


O ano de 2015 significou para o Bento Vôlei o retorno à elite do voleibol brasileiro. Ainda em processo de preparação para a disputa nacional, a equipe de Bento Gonçalves disputou a Copa Internacional Copel Telecom, em Maringá/PR, torneio do qual saiu campeão e com moral para a disputa da Superliga Masculina de Vôlei 2015/2016. O troféu foi conquistado em 17 de outubro de 2015, há exatos três anos.

Com diversos investimentos em jogadores importantes para formação de um novo elenco para a temporada 2015/2016, o Bento Vôlei fez a sua principal ação voltada à comissão técnica. Contratou Paulo André Jukoski da Silva, ou, simplesmente, Paulão.
Ele chegou para comandar o Bento Vôlei em junho de 2015. Com grande experiência na modalidade, o campeão dos Jogos Olímpicos de 1992 — jogador, à época — assumiu como técnico da equipe no lugar de Fernando Rabelo, que havia sido o responsável pela campanha da Superliga B naquele ano.

Após poucos meses de trabalho, Paulão e comissão técnica colocaram à prova o início de projeto no torneio em território paranaense. Além de Bento Vôlei, participaram o Maringá Vôlei (anfitrião), Lomas Vóley (de Lomas de Zamora, Argentina) e o Araucária (também do Paraná e participante da segunda divisão nacional). Os bento-gonçalvenses venceram os três confrontos do quadrangular, com destaque para a vitória sobre o Maringá Vôlei por 3 sets a 1, tido como o principal duelo do certame.

Comissão era formada por Fernando Rabelo, Carlão Mantovanelli e Paulão

Segundo Paulão, a conquista foi relevante por se tratar de uma consolidação de um trabalho pretencioso que se iniciava. “Toda conquista é importante, mas mais ainda para um projeto novo, como era o Bento Vôlei. Foi fundamental para que continuássemos com o proposito previamente traçado”, analisa.

Ainda para o ex-técnico, a conquista também deu indicativo de que os objetivos poderiam ser atingidos naquela temporada. “Nós tínhamos a expectativa de crescimento da equipe com perspectiva para a Superliga e, naquela momento, estávamos conseguindo ver isso. Então ficamos muito felizes, não só com o desempenho, mas também com a entrega e dedicação que os jogadores mostraram”, relembra Paulão.

Quem também estava envolvido com a formação do elenco para o campeonato nacional e aprovou a participação da Copa Copel Telecom foi Rafael Fantin, o Dentinho, então diretor executivo (cargo em que permaneceu até metade de 2018). “O torneio mostrou muita coisa sobre a nossa equipe, já que serviu para fazermos uma leitura do que encontraríamos na Superliga”, acredita. Ainda segundo o ex-dirigente, “foi possível dar condição de jogo para os atletas a fim de que chegassem à Superliga com rodagem na temporada”, adiciona Dentinho.

Após a participação e conquista da Copa Copel Telecom, o Bento Vôlei cumpriu a meta e ficou com a sexta melhor campanha da Superliga Masculina de Vôlei 2015/2016 ao chegar às quartas de final. No ano seguinte, ficou em nono. Desde março de 2017 o clube de Bento Gonçalves não possui mais time de voleibol profissional. A tendência é de que a situação seja mantida e o projeto siga apenas com categorias de base e projetos sociais.


Fotos: Fernando Tanaka, Divulgação

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário