Caderno S Plantão

Gabriela Mattei

Caroline Pandolfo
Escrito por Caroline Pandolfo

O importante não é o que se dá, mas o amor com que se dá – Madre Teresa de Calcutá

Filha única, Gabriela Mattei, passou por momentos difíceis na infância. Os pais trabalharam fora, e quem a cuidava era a tia, hoje considerada sua segunda mãe. Na batalha pela casa própria, uma das moradias que Gabriela teve a oportunidade de ter foi a, Mansão Mazzini, casa que faz parte da história de Garibaldi e que envolve a curiosidade dos Garibaldenses, atualmente. O pai era pedreiro, e vê-lo construir lares foi instigando a curiosidade de Gabriela. “Ficava imaginando como seria poder criar um lar, desenhar no papel algo e transformar em realidade, desde pequena a arquitetura esteve presente na minha vida e sempre me encantou, me imagina uma arquiteta usando saia lápis e pastinha na mão. Pude cursar arquitetura graças aos meus pais”, relembra. Assim surgiu a profissional, que hoje atua na área e realiza-se a cada sonho construído.

Em 2016, Gabriela recebeu um convite completamente inesperado e que, segundo ela, mudou sua vida. Foi convidada a participar do concurso das soberanas da Fenachamp. “O convite foi uma oportunidade de viver algo novo, de aprendizado, de superar meus medos e me desafiar, afinal não era uma concurso de beleza, mas sim de cultura e conhecimento, foi passando o tempo de preparação e eu me via cada vez mais envolvida por essa festa, cada vez mais encantada por tudo o que eu estava vivendo, crescia um amor dentro de mim que eu não imaginava, um orgulho enorme pela história da minha cidade, por sermos a Capital Nacional do Espumante, pela luta e coragem dos nossos antepassados”, conta. A coroa foi conquistada e Gabriela passou a dividir todo esse carinho com a comunidade.

Uma vida de coragem e compreensão, exemplos que vem de família. Assim Gabriela descreve sua trajetória. Uma pessoa comprometida e dedicada que busca sempre dar o melhor de si em tudo que faz. Essa é a profissional, filha e namorada que valoriza cada momento como únicos. “Adoro ir para o sítio, volto com as energias renovadas, poder ficar com minha família, olhar o verde, sentir o ar puro, estar no meio da natureza. Além disso, meu trabalho me realiza profundamente e o que mais me encanta é transformar ambientes em lares, em amor”, finaliza.

Ambiente: Tecnoarte

Fotos: Andréia D. Fotografia

Sobre o autor

Caroline Pandolfo

Caroline Pandolfo

Um mundo de descobertas. Assim considero minha trajetória como colunista do Jornal Semanário, a qual tenho muito orgulho! Aqui compartilho um novo espaço do Caderno S, a Coluna Detalhes, onde destaco experiências únicas, pessoas especiais, trabalhos que fazem a diferença e muito mais.
social@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário