Geral

Eleições escolares: Instituições escolheram os diretores

Guilherme Kalsing
Escrito por Guilherme Kalsing

Em Bento Gonçalves, das 21 escolas estaduais, apenas 10 tiveram o pleito; as demais terão designação da 16ª CRE

Grande parte das escolas estaduais já conhece quem serão os professores que vão comandar as suas estruturas pelos próximos dois anos, iniciando a partir de 1º de janeiro de 2019. As escolhas tiveram participação da comunidade escolar através de votação, em pleito realizado na última semana com o resultado sendo homologado de forma oficial na segunda-feira, 3 de dezembro.

Todo o processo eleitoral contou com o apoio de comissões criadas nas próprias instituições de ensino com o aval de uma equipe formada da 16ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Para o pleito deste, de um total de 69 escolas que fazem parte da cobertura da CRE, apenas 37 apresentaram candidatos.

Em Bento Gonçalves, são 21 instituições de ensino estadual, divididas entre todos os níveis educativos. Destas, de acordo com o relatório repassado pela 16ª CRE, apenas 10 apresentaram chapas e participaram do processo eleitoral para a escolha de diretores e vice-diretores para o próximo biênio.

Entre as escolas que apresentaram candidatos está a E.E. de Ensino Médio Imaculada Conceição, localizada no Bairro Conceição, onde o pleito elegeu o professor Moacir Machado. Ele já trabalhava na direção da escola como substituto desde o ano passado, mas agora assume o cargo de forma definitiva.

A vitória foi confirmada com grande apoio dos professores e da comunidade escolar, tendo apenas dois votos contrários. Segundo Machado, o objetivo da gestão que conta com três vices é manter o trabalho que foi realizado neste período como substituto. “Já melhoramos, evoluímos em comportamento, na área disciplinar junto aos alunos e na parte pedagógica e vamos seguir nisso”, aponta.

A ideia de Machado é começar a investir na área da escola, a partir do ano que vem. “Estruturar as salas com ar-condicionado, dando condições aos alunos e professores. Investir em literatura, criação de um coral dos alunos. Os recursos humanos e financeiros são escassos, mas é algo que para quem está na área é um desafio e nos faz crescer”, planeja.

Com relação à motivação para ocupar o cargo dentro de um cenário com vários desafios, Machado foi sucinto. “O lado humano e envolvimento com os alunos. Eles precisam apoio, de alguém que os escute e que na hora certa os cobrarem. É uma questão de acreditar em educação e naquilo que se faz”, responde.

Além da Imaculada Conceição, outras nove escolas tiveram escolhas de diretores: Cecília Meireles, Ângelo Salton, Bento Gonçalves da Silva, N.Sra.da Salette, Pedro Vicente da Rosa, Visconde de Bom Retiro, Dona Isabel, Luiz Fornasier e Landell de Moura. De acordo com a 16ªCRE, a Comissão de Eleição da coordenadoria, estará realizando, até dia 14 de dezembro, a designação de diretores das demais instituições que não tiveram candidatos.

 

20

Sobre o autor

Guilherme Kalsing

Guilherme Kalsing

Deixe um comentário