Cultura

Casa das Artes recebe exposição artística “Corpo em Trânsito”

Da Redação
Escrito por Da Redação

A partir de quarta-feira, 5 de dezembro, a comunidade bento-gonçalvense poderá conhecer a produção do artista plástico Edmar Almeida, no Salão Nobre Anastácio Orlikowski da Fundação Casa das Artes. Intitulada “Corpos em Trânsito”, a mostra traz 30 xilogravuras que partem da investigação do corpo interno para o corpo externo. Tudo que constitui massas, matéria viva, está em transição. Assim, nesse ínterim o artista perscruta os vestígios da evolução e da condição humana.

Como representa o artista, as ciências humanas como a Medicina, a Filosofia, contribuíram para o corpo se adaptar no espaço-tempo em que se atualiza. “Eu começo uma viagem no corpo embrionário, que é um corpo que evolui de um ponto para de feto para o bebê e nasce para a vida. Ele atravessa o mundo. Antes disso, eu procurei investigar, dentro desses atravessamentos, quais as conseqüências e as decadências disso e pude perceber que a transição faz parte de um equilíbrio muito importante deste percurso”, enfatiza o artista.

Desde lá o artista aponta a questão da fábula da vida, a fabula da liberdade, em sermos aquilo que expressamos numa sociedade em decadência por meio de gravuras. O princípio básico deste processo resulta em utilizar uma matriz, que possa ser madeira ou borracha, onde as mesmas servirão de transposição da imagem ao papel com cores extremamente vivas. O processo dessa exposição parte da investigação da dor, onde o artista aponta a perda da sua amiga trans Nicole, brutalmente assassinada e o descaso social perante esse crime.

Porém, ao longo dessa investigação, o artista começa a se perceber enquanto dor e as dores que lhe foram causadas ao longo de sua formação enquanto cidadão e a percepção de sua sexualidade. Nessa fase de empatia das dores passou a questionar-se sobre quem somos e  como o social nos percebe.

Sobre esse novo aspecto da percepção da dor, ele encontra o aspecto da vida do qual será refletida em sua criação. A exposição nos permite fazer esse caminho, ou, essa movimentação, na percepção dos gêneros, dos direitos e deveres enquanto seres sociais, de ter o livre exercício de pensamento sobre essas questões ou de simplesmente passar pelo espaço expositivo sem que ela nada altere a percepção do dia a dia.

Edmar Almeida é de Francisco Morato na grande São Paulo e tem 27 anos. Pós-graduado em Arte e Linguagens, desde 2010 atua como artista interdisciplinar e dedica suas pesquisas às artes gráficas e performatividade, tem em suas relações outras linguagens com instalações e obras cinéticas. Entre 2017 e 2018 participou de duas grandes residências artísticas, uma na Funarte SP e outra de grande importância dentro do Complexo Hospitalar do Juquery em Franco da Rocha SP. Foi premiado em 2012 pela Secretaria Estadual da Educação por desenvolvimentos de projetos na arte educação.

Serviço

O que: exposição Corpo em Trânsito de Edmar Almeida

Quando: 5 a 30 de dezembro

Horário: Segunda a sexta-feira, das 08h00 às 11h45 e das 13h30 às 21h00

Vernissage: 5 de dezembro, às 19h30

Onde: Salão Nobre Anastácio Orlikowski da Fundação Casa das Artes

Informações: Fundação Casa das Artes – Rua Herny Hugo Dreher, 127, bairro Planalto – Fone: (54) 3454.5211

Fonte: Assessoria de Comunicação

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário