O Centro de Artes e Esporte Unificado (CEU), do bairro Ouro Verde, recebeu um aporte de R$ 40,6 mil em recursos para a compra de equipamentos de áudio, vídeo e cênicos. A verba veio do programa do Governo Federal e a previsão é de que as instalações sejam concluídas até novembro.

O projeto inicial do Centro prevê espaços para oficinas, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioasssistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital. No local, também deve funcionar uma unidade do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS). A verba faz parte de três licitações diferentes, sendo que duas já foram definidas e a próxima deve correr na sexta-feira, 4 de agosto.

Além disso, seguindo o regimento estabelecido pelo Governo Federal, ainda é necessário que o Poder Público e a comunidade definam um conselho gestor, que será responsável pela programação de atividades que serão desenvolvidas no espaço. Segundo informações da Prefeitura, a instalação do prédio já foi concluída.
De acordo com o secretário de Cultura, Evandro Soares, o objetivo é deixar o espaço organizado para que o Conselho se auto-gestione após tudo estar concluído. “Agora é a fase de deixar o CEU 100%. O grupo gestor, junto com a comunidade, vai ser responsável por definir as atividades”, comenta.

Licitações em andamento

Soares relata que o recurso já foi destinado para a compra de equipamentos de sonorização e iluminação para a sala multiuso e para a aquisição de livros. “Tem algumas atividades que acontecem lá, mas ainda falta parte do mobiliário e mais algumas coisas. Precisamos do processo licitatório para dar andamento”, sinaliza. A empresa vencedora para a aquisição de equipamentos de audiovisual foi a Neco Vídeo e Som Ltda, sendo que foi a única participante do processo licitatório.

Até o momento, foi licitada, também, a compra de livros para a biblioteca, no valor de R$ 24,4 mil. Segundo o secretário, as licitações estão em processo de encaminhamento. “Os documentos já foram enviados para a Procuradoria, então eles fazem a revisão, de acordo com o estatuto dos CEUs. Se aprovado, é enviado para o Prefeito assinar”, aponta.

Programa do Governo Federal

Os CEUs fazem parte de um programa do Governo Federal, que visa integrar em um único espaço programas e ações culturais. O tamanho das instalações varia entre 700 e 7.000m², sendo que já foram instalados mais de 300 em todas as regiões do Brasil.

Os objetivos do projeto consistem em incentivar a mobilização para a administração dos espaços e promover a cidadania em locais de alta vulnerabilidade social. Isso se dá por meio da criação de um conselho gestor e de atividades voltadas ao ingresso no mercado de trabalho, práticas esportivas e de lazer e inclusão digital.
De acordo com informações do Governo Federal, a participação “é fundamental e deve ser potencializada pelo processo de mobilização da comunidade local, ou seja, pela criação de um espaço público de encontro, debate e construção de agendas coletivas”.

Os gestores do CEU ainda contam com o suporte de um sistema de gestão denominado de “ePraças” desde julho deste ano. Segundo informações do Governo Federal, o recurso serve para trazer mais transparência e divulgação às atividades desenvolvidas, apoio ao planejamento, fornecimento de indicadores e auxílio na comunicação entre município e comunidade.