Cultura

Uma homenagem à arte de Gotto

Andressa Borges
Escrito por Andressa Borges

Mostra reúne trabalhos de Mauri Menegotto, escultor que atingiu sua maturidade plena no mundo artístico

 

Até o dia 5 de julho, a Casa das Artes recebe a Exposição Retrospectiva Gotto, que traz uma pequena parte de sua produção. A mostra reúne peças e objetos que, traduzidas em imagens, refletem um universo autoral de fortes e poéticas conotações, homenageando a carreira de seis anos do escultor.
O envolvimento de Mauri Menegotto (Gotto) com a arte é desde os 15 anos, mas foi em 2013 que sua carreira iniciou e a Casa das Artes sediou sua primeira exposição. “Me dedico exclusivamente à escultura há cinco anos. Esse sonho surgiu depois que comecei a conhecer e a amar a arte em si e, com o tempo, tornou-se um estado de espírito e não uma profissão”, frisa.
O universo de Gotto, seu nome artístico, é feito de pedras de diversas formas, tamanhos, relevos e cores que conquistou a percepção das pessoas. A matéria prima escolhida para receber seu toque tem um motivo que se transformou em conceito. “Pedras são atemporais e uso o basalto devido à sua abundância em nossa região e porque possui uma infinidade de cores e tonalidades que me proporciona uma maior liberdade criativa”, comenta.
Gotto contabiliza uma produção de aproximadamente mil peças espalhadas pelo mundo. “Isso foi acontecendo devido às minhas exposições e catálogos, algumas pessoas vieram em meu atelier exclusivamente para adquirir, como, por exemplo, um casal de chineses, clientes da Itália, Portugal e Uruguai”, ressalta.

 

Serviço

O que: Exposição Retrospectiva Gotto

Período de visitação: 10 de junho a 5 de julho

Horário: 8h às 11h45min e das 13h30min às 22h

Onde: Fundação Casa das Artes – Rua Herny Hugo Dreher, 127, bairro Planalto

                  

 

Sobre o autor

Andressa Borges

Andressa Borges

diagramacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário