Geral

Recuperação da VRS-855 deve iniciar neste mês

Guilherme Kalsing
Escrito por Guilherme Kalsing

Trecho de 14km entre o trevo do Barração e Pinto Bandeira assusta pelo número de buracos e falta de sinalização

Uma expectativa perto de ter um final alegre para a população de Pinto Bandeira e quem trafega diariamente pelo trecho do trevo do Barração até a cidade pela VRS 855. A estrada estadual vem em processo de deterioração há algum tempo, deve ganhar até o final deste mês um recapeamento.

O Prefeito de Pinto Bandeira, Hadair Ferrari (MDB), comemora a notícia, mesmo que ainda em processo de espera para o início das obras no trecho. “Isso representa uma grande valia para todos nós da cidade, pois além do escoamento da safra, do dia a dia, o pessoal que vem nos visitar acaba desanimando, inclusive alguns profissionais que desistem de alguma forma de trabalhar aqui na nossa cidade por estarem enfrentando tantos problemas para chegar. Se vier agora, tem que tomar muito cuidado com tantos buracos. Isso não é legal para ninguém”, diz.

Segundo Ferrari, a nova estrada é uma vitória de todos da cidade. “Desde o início da gestão, vamos até Porto Alegre para ver a possibilidade dessa reforma. Conversamos com o Governador José Ivo Sartori, tivemos encontros com o então Secretário de Transportes do Estado, Pedro Westphalen. Na última vez, fomos com uma grande comitiva com pessoas da cidade, empresários ligado as vinícolas, vereadores de todos os partidos. É algo que não é partidário. É da cidade, trabalhamos muito para chegar esse anúncio e iniciar esse processo”, ressalta.

O mandatário local lembra que a VRS-855 nunca teve uma camada significativa de asfalto. “Qualquer estrada sem uma boa camada asfáltica vai se desgastar com o passar do tempo e com a chuva, e aqui não seria diferente”, lembra.

Detalhes da Obra

O Engenheiro e Diretor do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Rogério Uberti, é quem dá detalhes de como será a obra a ser executada na VRS-855. “No final de julho devemos entrar na estrada para iniciar a recuperação. Vamos fazer um reperfilamento asfáltico nos primeiros quilometros, os quais tem muitos buracos e são problemáticos. Depois, vamos colocar uma camada de 3cm para recuperar por completo. Hoje, do jeito que está, sem sinalização, com várias irregularidade de pavimento, não pode ficar por muito tempo”, conta.
Sobre período para a execução da obra, Uberti não dá um prazo concreto. “Não temos tempo para conclusão, faz 21 dias que não para de chover e acaba complicando dar uma prazo exato”, diz.

Região deve ter mais intervenções

O Diretor Geral do Daer, confirmou ainda que mais dois trechos da região devem ser recuperados ainda neste ano pelo órgão. “O trecho entre Farroupilha e Bento Gonçalves já está finalizado. Agora temos a ideia de recuperar um trecho do pavimento entre Bento Gonçalves e São Vendelino, da ERS-446 que está conturbado. E ainda 2km do Vale dos Vinhedos”, conta.

Sobre o autor

Guilherme Kalsing

Guilherme Kalsing

Deixe um comentário