Geral

Professora de Bento Gonçalves está entre os destaques de etapa do Prêmio Professores do Brasil

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta quarta-feira, 12, os nomes dos professores vencedores e destaques da etapa estadual da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil. O resultado está disponível na página oficial da premiação. A professora Eliana Passarin, da Escola Municipal de Ensino Médio Alfredo Aveline foi um das contempladas. Eliana foi destaque com o projeto “Mostra fotogeográfica: Momentos de humanidade,
mazelas do humano”.

Criado em 2005, o prêmio é voltado a professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. Nesta edição, segundo o MEC, 4.040 professores de todo o país se inscreveram.

Ao todo, 158 professores foram vencedores e 294 foram escolhidos como destaques na etapa estadual. No dia 11 de outubro, o MEC vai anunciar os 30 selecionados para a etapa nacional e os selecionados para a premiação especial. Os vencedores nacionais serão conhecidos em 29 de novembro, no Rio de Janeiro.

Na etapa estadual, são premiadas seis categorias: educação infantil/creche, educação infantil/pré-escola, anos iniciais do ensino fundamental/1º, 2º e 3º anos, anos iniciais do ensino fundamental/4º e 5º anos, anos finais do ensino fundamental/6º ao 9º ano e ensino médio.

De acordo com o MEC, entre vencedores e destaques, há professores de escolas de grandes centros, de pequenas comunidades, com regime de alternância, especializadas em educação inclusiva, com atendimento a jovens e adultos em privação de liberdade, com centenas de alunos e até com uma única sala de aula de turma multisseriada. O vencedor mais novo tem 23 anos e o mais experiente, 65.

Os temas mais recorrente entre vencedores e destaques foram alimentação saudável; inclusão, respeito ao próximo e valorização humana; e meio ambiente e sustentabilidade.

O projeto de Eliana Passarin

Em março deste ano o Museu do Imigrante acolheu a mostra Êxodos do fotógrafo brasileiro reconhecido mundialmente, Sebastião Salgado. A partir do contato com a exposição, os alunos do Ensino Médio da Escola Alfredo Aveline foram submetidos pela professora de geografia, Eliana Passarin, a um desafio, um novo olhar para a sociedade. O resultado está na mostra em mais de 120 capturas, que retratam as mazelas do ser humano ou momentos de humanidade.

Eliana conta que divide suas atenções entre ser educadora e a fotografia, e revela ter o profissional como referência. “É bom a gente começar olhar para a cidade, sair do automático do cotidiano, focar nos detalhes, no tratamento”, ressalta.

A professora ainda relata que ficou surpreendida com a qualidade do trabalho apresentado pelos alunos, e a partir de um consenso entre alunos e coordenação, foi decidido fazer uma exposição pública. “Como diz Milton Nascimento, ‘todo artista deve ir a onde o povo está’. Por isso, optamos em fazer na parada, em um terminal que é visto como um ponto de encontro de muitas pessoas. Aqui se tem todas etnias, classes sociais e que vivem as mazelas do humano”, destaca.

Sobre as fotografias, Eliana define como porta vozes da sociedade. “Nas imagens tem muita coisa boa, bonita de Bento, mas também momentos tristes. É a verdade”, enfatiza.

Premiação

O Prêmio Professores do Brasil é uma iniciativa do MEC com instituições parceiras. Para participar, os professores enviaram um relato da prática pedagógica desenvolvida com seus alunos. Neste ano, serão distribuídos R$ 305 mil aos vencedores que também serão agraciados com viagens educativas pelo Brasil e pelo exterior. As escolas dos candidatos que tiverem experiências selecionadas receberão placas.

Além das etapas estadual, regional e nacional, os professores podem concorrer em uma das cinco temáticas especiais: “O esporte como estratégia de aprendizagem”, “Uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional”, “Boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento no ensino fundamental e médio”, “Práticas inovadoras de educação científica” e “Educação empreendedora”.

Fonte: Agência Brasil e Lorenzo Franchi

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

1 Comentário

  • com gratidão e alegria partilho nossa conquista“ a escola está de parabéns e a educação municipal também, este reconhecimento do MEC, é um incentivo em meio a tanta desvalorização da educação. O mérito é dos nossos alunos que se superam a cada atividade proposta, que voam alto, que transformam informações em conhecimento. destac o o incentivo da equipe diretiva do Aveline. “Acredito na educação que dialoga com a sociedade e foi isso que fizemos com o Projeto Mazelas do Humano Momentos de Humanidade”, gratidão ao Jornal pelo apoio de sempre.

Deixe um comentário