Geral

Palestra de Jonis Rocha incentiva vendedores a criarem experiências e sensações

Da Redação
Escrito por Da Redação

Uma viagem até o início da migração italiana há mais de 140 anos. Assim começou na noite de segunda-feira, 26, o encontro promovido pela Sindimóveis para marcar a Movelsul, a maior feira de móveis da América Latina, que ocorre de 12 a 15 de março no Parque de Exposições em Bento Gonçalves, que contou também com uma palestra sobre marketing e atendimento com o coaching Jonis Rocha. O simpático casal de italianos, Lázaro e Rosa, fizeram as honras da casa e entre uma brincadeira e outra, revelaram seu sonho: uma vida melhor em uma terra “dourada”: Bento Gonçalves. Com os dizeres “Io faccio la differenza”-eu faço a diferença (em italiano) eles se despediram e convidaram o palestrante Jonis Rocha para comandar a noite com risos e reflexões.

Experiências

Criar momentos que aguçem a sensibilidade do visitante, do cliente a modo destes sentir-se parte do processo. Esta foi a primeira dica do coaching em vendas, Jonis Rocha. Para ele, “não há segredos para um bom atendimento, que tem três pilares: o saber, o ser e o fazer. Não basta saber, não basta apreender. O sujeito só vai fazer um bom atendimento se de fato quiser”, disse.

No bate-papo Jonis Rocha questionou sobre relacionamento. Foto: Lorenzo Franchi.

Para os empreendedores e vendedores mais eufóricos, Rocha revela que o caminho para o reconhecimento é a autenticidade. “Aquilo que a gente realmente é, a nossa vontade, a nossa autenticidade de realizar. Essa é a nossa diferença”, ressalta. O palestrante ainda complementa: “nós temos uma chance de superar expectativas com pequenos detalhes, pequenas coisas que não são feitas nos grandes centros, atenções do cotidiano que não são comuns. Uma gentileza sutil, o com licença, o por favor, muito obrigado, o olhar nos olhos, o dar informações simples e ir além do que é solicitado”.

Sobre fidelização e atualização, Jonis Rocha alerta que antes de se preocupar com campanhas, as empresas devem conhecer seus clientes e, a partir disso, direcionar o atendimento. Ele também observa que há pouca preocupação com as redes sociais. “Tudo acontece no smartphone. A janela do mundo está na palma da mão. As empresas devem encarar essa plataforma como uma rede de relacionamento, um canal de venda, de contato. O cliente digitou, você está respondendo. A rede social não é um ente, ela é parte de mim. Se bem explorada vai agregar e dar ótimos resultados”, destaca.

O presidente do Sindimóveis, Edson Pelicioli, ressalta que a Movelsul é uma iniciativa desenvolvida há 40 anos para a indústria moveleira, mas que em sua trajetória acabou engrandecendo Bento Gonçalves. “Estamos com 100 da área comercializada. Ultrapassamos mais de 20% da nossa meta de expositores na Feira”.

Pelicioli conclui: “o sucesso da Feira vai garantir um bom 2018 em todos os setores da economia. Realizar é da nossa natureza, vamos fazer cada vez mais”.

A empresária Jaqueline Geremia, que acompanhou o evento, afirma ter saído do encontro motivada. “ Sensibilizar as pessoas, os clientes. Fazer de coisas simples do dia a dia um diferencial, é isso que eu quero transmitir”, enfatiza.

Jaqueline ainda complementa: “vamos buscar sempre o melhor atendimento. Sair da zona de conforto. Ninguém é mais importante do que ninguém e cada um fará a diferença nos pequenos detalhes”.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário