Economia

O que é Margem de Contribuição (MC) e como calculá-la?

Da Redação
Escrito por Da Redação

Seu negócio pode estar vendendo bem, mas sem ter lucro. Por isso, é necessário entender a sua Margem de Contribuição. Ela representa o quanto sobra de uma venda para cobrir os custos fixos, sendo muito importante para a formação adequada do preço de venda dos produtos. Para isso, a conta é simples: MC = Preço de venda – (custos variáveis + despesas variáveis). Ou seja, ao diminuir do preço de venda de um produto todos os custos e despesas variáveis que a empresa teve para vendê-lo, o resultado será a sua Margem de Contribuição. A MC será o valor que restará para pagar os custos e despesas fixas e para gerar o lucro.

Para melhor esclarecer a composição do cálculo, devemos entender o que são custos e despesas variáveis. Eles são todos os dispêndios que variam de acordo com a quantidade vendida. É importante separá-los dos fixos, que não irão variar se você vender mais ou menos.

Qual a importância na minha empresa?

A MC é genuinamente importante para a tomada de decisão. Através dela é possível identificar os diferentes retornos que cada produto proporciona, permitindo que a empresa, por exemplo, volte esforços em torno do produto mais rentável e abandone o menos rentável, reajuste o preço de venda, encontre alternativas para redução das despesas e custos variáveis, entre outros. Ela permite, também, encontrar o Ponto de Equilíbrio da empresa, que é o quanto ela precisa vender para cobrir todos os seus custos fixos e chegar ao Lucro zero (nem lucro nem prejuízo). Essas são algumas das utilidades que são imprescindíveis para orientar o gestor a uma tomada de decisão.

MC na prática

A MC pode ser calculada tanto no total do período (todas as vendas – todos os custos e despesas variáveis) como individualizado por produto. Ambas proporcionam informações úteis, mas, na maioria das vezes, a informação da Margem de Contribuição por produto é mais relevante. Entretanto, mesmo que o cálculo da MC seja simples, conhecer e compilar todas as informações individuais de cada produto para o cálculo é extremamente complexo.

Um dos itens que mais causam confusão para determinar os custos e despesas variáveis é a tributação dos itens. Dependendo do regime de tributação da empresa, nas compras, a empresa poderá recuperar valores tributários, diminuindo o custo de aquisição. Em alguns casos, o valor da compra pode até ser maior, devido ao Diferencial de alíquotas do ICMS. Quanto às vendas, é importante conhecer cada tributo que incide sobre o produto e como ele funciona. Soma-se a isso o fato de que a tributação pode mudar de produto para produto, adicionando mais um nível de dificuldade no cálculo da margem de contribuição.Por isso, é importante se aliar ao contador para a apuração e interpretação da MC.

A Fluxo conta com profissionais qualificados para verificar e interpretar tais índices, colaborando com a tomada assertiva de decisões. Mais informações podem ser obtidas na Fluxo, localizada na rua General Gomes Carneiro, 436, sala 21, no Centro, pelo telefone (54) 2621.4868 e o e-mail fluxocon@fluxocon.com.br.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário