Geral

Morre o jornalista Ricardo Boechat

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

O jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu na queda de um helicóptero no início da tarde desta segunda-feira, 11, em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista, ao interior. Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto da aeronave também morreu carbonizado.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e tinha uma coluna semanal na revista ISTOÉ.

Na queda, o helicóptero atingiu um caminhão com placas de Caxias do Sul. Ele era conduzido por João Tomankeves, de 52 anos, que sofreu ferimentos e foi socorrido para atendimento hospitalar e já está prestando depoimentos no 46ª Delegacia de Polícia. Além de Boechat, o piloto do helicóptero também faleceu.

Os corpos já foram removidos ao Instituto Médico Legal (IML), para perícia e demais exames.

O presidente Jair Bolsonaro lamentou a morte do jornalista. Por meio de seu perfil na rede social Twitter, Bolsonaro escreveu: “É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!”.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, escreveu em seu Twitter “manifesto meus sentimentos às famílias de #RicardoBoechat e do piloto do helicóptero, aos profissionais da Rede Bandeirantes, rádio e televisão, extensivos à classe jornalística, pela triste notícia do acidente que os vitimou. Deus no comando.”

Também lamentaram a morte de Boechat pelas redes sociais e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

O Palácio do Planalto divulgou a pouco uma nota oficial sobre o falecimento do jornalista. “A Presidência da República expressa seu pesar e condolências em razão do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, vitimado em um acidente aéreo neste dia. O país perde um dos principais profissionais da imprensa brasileira. Sentiremos a falta de seu destacado trabalho na informação da população, tendo exercido sua atividade por mais de quatro décadas com dedicação e zelo”. A nota está assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Foto: Reprodução/Band TV

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário