Política

Governo e Famurs voltam a debater repasses para a Saúde dos municípios

Da Redação
Escrito por Da Redação

Governo do Estado e Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) voltaram à mesa de negociações na manhã desta quinta-feira, 21, para debater os repasses à área da saúde. O encontro entre o chefe da Casa Civil, Fábio Branco, e os prefeitos ocorreu na sede da Famurs.

No final de novembro, Branco já havia se reunido com os prefeitos. À época, a Famurs apresentou uma proposta para a quitação dos débitos que o Estado possui com os municípios na área da Saúde.“Naquele momento, o Estado previa colocar à venda o excedente acionário do Banrisul. O sucesso da operação proporcionaria as condições necessárias para a quitação dos débitos. A operação das ações não foi possível em função das condições de mercado”, afirmou Branco.

Aos prefeitos, ele falou das dificuldades de caixa que o Estado enfrenta. Também disse que o governo busca alternativas para resolver o impasse. De acordo com a Famurs, os débitos na área da Saúde ultrapassam os R$ 520 milhões. Deste valor, cerca de R$ 210 milhões dizem respeito aos anos de 2013 e 2014. A prioridade do governo do Estado é quitar os débitos contraídos nos anos de 2015, 2016 e 2017.

Prefeitos reforçam apoio às medidas de ajuste fiscal

Recentemente, a Famurs fez ampla consulta junto aos prefeitos para saber a opinião sobre a adesão do Rio Grande do Sul ao Regime de Recuperação Fiscal. Apesar de defender os repasses para os municípios, o presidente Salmo Dias de Oliveira reforçou o apoio da entidade às medidas. “O apoio às ações de ajuste fiscal do governo só demonstram a compreensão dos prefeitos sobre a crise das finanças públicas”, afirmou Salmo.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário