Segurança

Construção do novo presídio de Bento deverá gerar cerca de 140 empregos

Da Redação
Escrito por Da Redação

A abertura de vagas para mão de obra para a construção do novo presídio de Bento Gonçalves começou nesta semana. O processo está sendo feito por intermédio da agência do Sine do município. A previsão é que o número máximo de trabalhadores empregados ficará entre 130 e 140, e deverá ser atingido no mês de agosto.

As contratações serão feitas de forma gradual. As vagas abertas no momento são para armador de ferros (1), assistente administrativo (1), carpinteiro (2), eletricista (1), instalador hidráulico (1), pedreiro (2), tecnólogo em edificações (1) e técnico em segurança do trabalho (1). Para se inscrever em uma das vagas, é necessário se apresentar na agência do Sine pela manhã, na Rua Marechal Floriano, 142, no centro, antes das 8h, com a carteira de trabalho.

É exigida experiência prévia na função. Após uma primeira análise, os candidatos são encaminhados para entrevista com um representante da empresa, responsável pelas contratações, que vem até o Sine de Bento Gonçalves. Para as vagas já abertas, as entrevistas serão na próxima terça-feira, 15, a partir das 14h.

O novo presídio, no bairro Barracão, terá uma capacidade prevista para abrigar 420 detentos e substituirá o atual, no centro da cidade. As obras começaram na última semana com a terraplenagem do terreno. O engenheiro Fernando Verdi, da empresa responsável pela obra, explica que depois disso, será feito o piso e a colocação dos módulos que formarão o prédio. O prazo previsto para conclusão da obra é de 10 meses.

Foto: José Paulo Marinho / Divulgação

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário