Regional

Carlos Barbosa deverá ter Procon até 2019

Da Redação
Escrito por Da Redação

Articulação liderada pelo Sindilojas Regional Bento resultou em projeto que já está no Plano Plurianual do município e deve sair do papel até o próximo ano

Direitos e deveres dos consumidores é um tema que nunca sai da pauta do Sindilojas Regional Bento. Com braços em 11 municípios da Serra Gaúcha, um deles Carlos Barbosa, a entidade vem trabalhando desde o ano passado para a instalação do Procon na cidade, beneficiando toda comunidade barbosense. O projeto já está no Plano Plurianual (PPA) da Prefeitura, devendo ser concretizado até o início de 2019.

 O alinhamento vem sendo encabeçado pelo presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, que também é vice-presidente da Fecomércio RS. O pedido de ampliação da rede de atendimento do Procon foi feito a Amadio pela diretora do Procon RS, Maria Elizabeth Pereira. A ação se integra ao projeto de interiorização da Federação com o propósito de esclarecer, conscientizar, educar e informar o cidadão sobre seus direitos e deveres enquanto consumidores. “Com o Procon em Carlos Barbosa, a comunidade passará a contar com um órgão capaz de dar todo apoio sobre consumo consciente, esclarecer dúvidas e auxiliar na defesa quando necessário, facilitando o exercício da cidadania”, destaca.

Na tarde desta segunda-feira, 6 de agosto, Amadio esteve mais uma vez reunido com o prefeito de Carlos Barbosa, Evandro Zibetti, com o propósito de agilizar o processo. Zibetti disse que o projeto está previsto no PPA e acredita que até o final deste ano, no máximo início de 2019, o Procon esteja instalado na cidade. A Secretaria de Desenvolvimento Turístico, Indústria e Comércio foi acionada. A secretária Jeneci Mocellin é quem estará acompanhando o andamento dos trabalhos.

Para mostrar a importância do Procon para a cidade, Amadio convidou a coordenadora do Procon Bento Gonçalves, Karen Izidro Battaglia, para relatar a experiência e contar como funciona o atendimento. Também participou do encontro o coordenador de Assuntos Municipais do Procon RS, Antônio Lavall.

Dados de Carlos Barbosa

Com quase 30 mil habitantes (28.091, IBGE 2017), a cidade ocupa o 2º lugar no Rio Grande do Sul e 53º no Brasil em Índice de Desenvolvimento Humano. É 2ª colocada no Ranking de Distribuição de Renda no Brasil segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas que mostra que 93,69% das famílias são das classes A, B e C com rendimentos acima de R$ 1,2 mil mensais. Com índices invejáveis, Carlos Barbosa também lidera a lista de municípios de até 50 mil habitantes na categoria Indicadores Sociais, segundo a Revista Isto É e Austing Rating.

Com um Produto Interno Bruto (PIB) per capita de R$ 66.824,45, sua economia é 69,22% industrial. O Comércio é o segundo colocado com 14,09%, seguido pela agropecuária com 9,31% e Serviços com 7,38%.

Lista de reclamações

Liderando a lista de reclamações do Procon Nacional aparecem as empresas de telefonia celular e fix, seguidas por operadoras de cartão de crédito e produtos novos com defeito. A maior parte das queixas estão relacionadas a cobranças indevidas e abusivas. Os 10 setores com maior índice de reclamação são: telefonia celular, telefonia fixa, cartão de crédito, TV por assinatura, banco comercial, aparelho celular, energia elétrica, financeira, móveis e internet (serviços).

Foto: Divulgação

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário