Geral

Bento Gonçalves atrai mais de 1,4 milhão de turistas em 2017

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

Em um cenário que mostra o turismo como uma das atividades econômicas de maior crescimento no Brasil e no mundo, a Capital do Vinho atingiu a marca de 1,4 milhão visitantes nos roteiros turísticos em 2017, correspondendo a um aumento de 8,5%, em relação ao ano anterior.

As estatísticas apontam também o Vale dos Vinhedos como o roteiro mais procurado, com 415.957 visitas, seguido do Caminhos de Pedra (95.308), Vale do Rio das Antas (82.895), Cantinas Históricas (27.887), e Encantos da Eulália (23.256), porém em abrangência municipal os atrativos urbanos se destacam, com 830.368 visitantes.

O levantamento mostra ainda que foram atendidas 34.301 pessoas nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT’s). Apenas o da Pipa Pórtico realizou 21.216 atendimentos, compostos em sua maioria por turistas brasileiros – destaque para a região sul e sudeste –, uruguaios, argentinos, alemães e italianos. Os meses de maior fluxo foram Julho, Abril, Janeiro, Dezembro e Junho, respectivamente.

Comparativo 2016-2017

Número de visitantes no Município: 1.359.393 – 1.475.671

Rota Vale dos Vinhedos: 410.149 – 415.957

Rota Encantos da Linha Eulália: 26.318 – 23.256

Rota das Cantinas Históricas: 27.700 – 27.887

Rota Vale do Rio das Antas: 73.420 – 82.895

Rota Caminhos de Pedra: 93.890 – 95.308

Atrativos urbanos: 730.991 – 830.368

Ocupação Hoteleira: 47,99% – 46,65% (dados do Segh)

ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza): R$ 2.462.356,00 – R$ 2.481.711,42

Número de atendimento nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT’s): 41.312 – 34.301

Acessos ao site da SEMTUR (www.bento.tur.br): 85.162 – 67.698

Terceiro destino mais ofertado do Estado

Uma coleta realizada pelo Observatório do Turismo do Rio Grande do Sul divulgou a lista dos municípios gaúchos ofertados pelas 83 principais Operadoras Turísticas do Brasil. Dos dez destinos mais procurados, oito são na Serra Gaúcha. Mais uma vez Bento Gonçalves se consagra como o terceiro destino, atrás de Gramado e Canela. Na sequência aparecem Garibaldi, Nova Petrópolis, Carlos Barbosa e Monte Belo do Sul.

A pesquisa foi realizada nos meses de novembro e dezembro, e se refere ao ano de 2017. O objetivo do estudo é monitorar o posicionamento dos destinos turísticos gaúchos no mercado nacional, oferecendo aos municípios recursos para a gestão do processo de comercialização.

 

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário