Assunta De Paris

A Pátria… Somos nós!

Assunta De Paris
Escrito por Assunta De Paris

Iniciando o mês de setembro e, o pouco espírito de civismo, de patriotismo, de amor pela nação no agir de muitos políticos, que acabou contaminando e penalizando a sociedade brasileira.

Nós cidadão, em qualquer parte do nosso país, mesmo vendo-a ferida por muitos, que deveriam protegê-la, não devemos abandoná-la, que acolheu nossos antepassados e nos oferece condições para transformá-la em lugar de oportunidade de vida e dignidade para todos nós que aqui vivemos.

A nação que queremos deve ser construída com a participação de todos. Queremos cidadania sem termos atitudes de cidadãos que olhem e cuidem do bem comum. A Pátria, como um lar digno para todos, se constrói com a participação responsável a partir das pequenas coisas que nos envolvem. Essa mudança é possível com a participação democrática e responsável de um povo, que sente pulsar no coração e correr nas veias o sangue da liberdade, da dignidade e da esperança de um novo amanhã.

Tendo presente a difícil conjuntura política e econômica pela qual passa o nosso país, afetando milhões de pessoas de todas as camadas sociais, causando um elevado aumento da violência e insegurança na sociedade, é fundamental que homens e mulheres de boa vontade, usem o voto nas próximas eleições, como instrumento responsável de cidadania neste país, para fortalecer a participação democrática.

Há um imenso desejo que cada um assuma a sua responsabilidade, e use do seu direito de votar para dizer um basta a corrupção, ao que tira o direito das crianças e jovens a oportunidade de terem educação de qualidade, saúde pública eficiente e aposentadoria que possibilite dignidade de vida aos trabalhadores que contribuíram na construção desse país, através dos longos anos trabalhados.

Queremos chamar ao Senhor, que nos ajude a percorrermos o caminho da honestidade, da responsabilidade pelo bem comum, da educação, da liberdade e da justiça para continuarmos a ter uma pátria para chamar de nossa, onde a justiça, o direito e a dignidade de vida estejam ao alcance de todos.

Nós não podemos perder a esperança de uma pátria melhor…

Lamento em registrar, a perda Lastimável do Patrimônio Histórico, Artístico, Documental e de grande valor para nosso país e para o mundo. O Museu Nacional, não foi só uma perda de valor Patrimonial Histórico, mas o descaso que se faz com a Memória e a Importância que se dá ao que é INCALCULÁVEL A NOSSA IDENTIDADE…
NÃO PERGUNTE O QUE A PÁTRIA FAZ PRA VOCÊ… E SIM, O QUE VOCÊ PODE FAZER PELA PÁTRIA…

Sobre o autor

Assunta De Paris

Assunta De Paris

Historiadora e colunista do Jornal Semanário há 30 anos.
redacao@jornalsemanario.com.br
www.jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário