Um balanço divulgado pelo setor de imunizações da Secretaria Municipal de Saúde mostra que, em 2016, foram aplicadas em Bento Gonçalves 79.171 doses de vacinas. A vacina com maior número de doses aplicadas foi contra o vírus da gripe, buscada por 29.591 pessoas. O grupo de idosos representou a maioria dos imunizados, correspondendo a 47% do total.

A Campanha de Multivacinação, de acordo com o calendário vacinal de crianças de 6 meses a 5 anos, distribuiu em 2016, 3.878 doses de VIP, VOP, Pneumo 10, Meningocócica C, DTP, Tríplice viral, Febre Amarela, Tetraviral, Hepatite B, Hepatite A e Pentavalente. Foram aplicadas também vacinas contra o HPV em meninas, a BCG e Rotavírus em bebês. Ainda segundo os dados, foram distribuídas 49.580 doses de rotina mensal, correspondentes ao Calendário Nacional de Vacinas, dando destaque ao mês de abril que fechou com 4.642 doses aplicadas.

Conforme o coordenador do Setor de Imunizações, Maichel Manfredini, o calendário de vacinação é bastante eficaz e está sempre em evolução, com vacinas seguras e capazes de prevenir diversas doenças. “Graças à vacinação houve uma queda drástica na incidência de doenças que costumavam matar milhares de pessoas todos os anos. Mas, mesmo estando sob controle hoje em dia, elas podem rapidamente voltar a se tornar uma epidemia caso as pessoas parem de se vacinar”, alerta.

“Quem não se vacina não coloca apenas a própria saúde em risco, mas também a de seus familiares e de outras pessoas com quem tem contato, além de contribuir para aumentar a circulação de doenças. Tomar vacinas é a melhor maneira de se proteger de uma variedade de doenças graves e de suas complicações, que podem até levar à morte”, enfatiza Manfredini.

Para que servem as vacinas:
– Vacina da Poliomielite (VIP / VOP): Protege contra a paralisia infantil
– Pneumocócica 10 (Pneumo 10): Protege crianças de bactérias tipo pneumococo, que causam doenças graves como meningite, pneumonia, otite média aguda, sinusite e bacteremia
– Meningocócica C: Previne doenças causadas pelo miningococo C, incluindo meningite e meningococcemia
– DTP: Protege contra Difteria, Tétano e Coqueluche
– Tríplice viral: Protege contra Sarampo, Rubéola e Caxumba
– Tetraviral: Imuniza contra Sarampo, Rubéola, Caxumba e Varicela
– Pentavalente: Imuniza contra Difteria, Tétano, Coqueluche, Hepatite B e HIB (haemófilos influenza B)
– BCG: Protege contra Tuberculose
– Rotavírus: Contra gastroenterite (vômito e diarreia) em bebês

Leia mais na edição impressa do Jornal Semanário.