Sem licitação, em razão da pandemia, município adquiriu 10 estruturas pelo valor de R$ 121 mil. Em contato com o produto durante a passagem, as pessoas ficam protegidas de contaminação e proliferação do vírus

A prefeitura de Bento Gonçalves comprou 10 pórticos sanitizantes que serão implantados em escolas municipais para a desinfecção no combate ao coronavírus. Por estar em situação de pandemia, as estruturas foram adquiridas sem licitação e vão custar aos cofres públicos pouco mais de R$ 121 mil, com a proposta de desinfectar pessoas que passam por ele. De acordo com as informações, os pórticos serão distribuídos nos educandários com maior número de alunos.

Segundo a prefeitura, o pórtico utiliza um sistema de pulverização com ozônio aquoso que é sanitizante e dispensa autorização da Anvisa, segundo a prefeitura. Em contato com o produto, no momento em que é pulverizado durante a passagem pelo túnel, as pessoas ficam protegidas de contaminação e proliferação do vírus por um determinado período de tempo.

O sistema pulveriza o ozônio umedecido para atingir a parte superficial do corpo, como roupas, acessórios e calçados.

Conforme a prefeitura, ainda não há previsão para a achegada das estruturas.