Vocês já notaram a quantidade de teorias, opiniões e fundamentos que estão espalhados por aí? Eu estou me dando conta disso há algum tempo e confesso que ultimamente ando apavorada. Apavorada com a quantidade de informação errada e ambígua que rola por aí, e digo para vocês que desta vez não posso culpar a internet.

Para vocês entenderem melhor, há algumas semanas vi na internet uma esteticista falando sobre o leite de magnésia e dos seus benefícios para a PELE FACIAL. Ela indicava que o produto fosse utilizado no rosto como primer (realmente, funciona muito mesmo) e também para a pele oleosa e acne. Como boa cobaia de mim mesma (oi?), comecei a usar à noite, até achar que estava tendo mais acne do que tinha. Lá fui eu pesquisar sobre o assunto e descobri que a pele do nosso rosto tem PH 5,5 e o leite de magnésia está PRÓXIMO AO ÁCIDO com PH 10,5.

Porque eu não culpo a internet por isso? Porque a querida internet está ali, mas as pessoas que divulgam seu conteúdo são pessoas famosas, conhecidas e principalmente: PROFISSIONAIS. E esta não é a primeira vez que eu testo coisas, mas essa me fez repensar nessa vida de cobaia e também nesse mundo louco que estamos vivendo. Um conceituado médico indica a ingestão de até 3 ovos por semana, porém, somente 1 gema. Outro indica a ingestão de 5 ovos inteiros por dia, para emagrecer. Outro indica o jejum intermitente a todos, outro afirma que o jejum faz mais efeitos nos homens do que nas mulheres. Enquanto um outro afirma que é necessário comer de 3 em 3 horas, e que ficar muito tempo sem comer não é saudável, o outro escreve livros afirmando que a dieta Dukan emagrece e o outro que a Dukan dá pedras nos rins.

Às vezes acho que estou dramatizando, mas pensem comigo. Todas essas informações médicas não provêm de fontes inseguras ou desconhecidas. Todas têm nome, sobrenome e CRM. Sei que para tudo na vida existem dois lados, e que também nem tudo funciona para todo o mundo, tem toda aquela questão de ‘cada um tem seu organismo’ (é nessa hora que lembro que meu metabolismo é lento, ó céus) e que a medicina avança a cada dia. Mas bem que todos os profissionais da área podiam avançar com ela, né?

Ainda somos muito ingênuos a ponto de achar que alguém que expõe a “face” na internet é alguém real, que faz tudo o que diz. Infelizmente não é assim. Se você não conhece, se a procedência é duvidosa, se você não encontra informações corretas e positivas, sobre o profissional e o pessoal, não siga! Acima de tudo, isso é um alerta para todos, consumidores dessas informações, que nunca façam testes em casa ou se automediquem. Por favor, sempre consultem (aquela consulta presencial) um profissional.

Foto: Reprodução