O promotor Alécio Siveira Nogueira abriu um inquérito civil para apurar uma eventual “indústria de multas” na cobrança do estacionamento rotativo em Bento Gonçalves, a conhecida Zona Azul. O inquérito também analisará supostos desrespeitos com os 10 minutos de tolerância previstos.

O inquérito civil decorreu de uma provocação do vereador Moacir Camerini (PT) e ainda se encontra em sua fase inicial. Até o momento só foi solicitada uma relação dos monitores da área azul, o que foi prontamente atendido pela empresa Rek Parking, responsável pelo serviço na cidade.

Leia mais na edição impressa do Jornal Semanário deste sábado, 16 de agosto.