Até o momento, 24% da população-alvo da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe ainda não compareceu aos postos de saúde de Bento Gonçalves. De acordo com o último boletim divulgado na quinta-feira, 11, pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 19 mil pessoas tomaram a proteção, o que corresponde a 76% do total. A meta no município é atingir 90% das 25 mil pessoas, consideradas pelo Ministério da Saúde, mais vulneráveis para contrair o vírus da gripe até o dia 26 de maio, quando encerra a campanha.

De acordo com o enfermeiro e coordenador do setor de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde, Maichel Manfredini, foram disponibilizadas cerca de 30 mil doses para a população bento-gonçalvense. Nas últimas semanas, a procura pela vacina foi baixa. Ainda segundo ele, com a chegada do frio e a confirmação de duas mortes no Estado, por causa da gripe, a expectativa é que mais pessoas procurem as UBS. “É importante imunizar dentro do prazo da campanha para evitar o agravamento da doença. Infelizmente, a procura está baixa. Esperamos que agora com a chegada do frio e a confirmação de dois óbitos de idosos por causa da gripe, que não receberam a vacina e possuíam o vírus, alertem a população”, afirma.

Em Bento Gonçalves, as doses que protegem contra o vírus estão disponíveis nos postos de vacinação desde o dia 10 de abril para idosos e trabalhadores da saúde e desde 17 de abril para o restante dos grupos. Conforme Manfredini, houve grande procura pelas doses na primeira semana, resultando na falta de vacinas em alguns postos. A situação só foi normalizada no dia 2 de maio, com uma nova remessa da Secretaria Estadual da Saúde. 

Nesta semana, os dois primeiros óbitos causados por gripe em 2017 foram registrados no estado. As vítimas eram moradores de Porto Alegre e pertenciam aos grupos prioritários para a vacinação contra a doença. A primeira morte ocorreu em março e o segundo no início desta semana. De acordo com o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), ambos não haviam sido vacinados este ano.

Faltando 13 dias para o encerramento da campanha, o grupo que menos se vacinou ,até o momento, em Bento Gonçalves é o das crianças entre seis meses e menores de cinco anos, cerca de 46%. Gestantes correspondem a 51%, idosos 68%, funcionários da saúde 80% e puérperas 94% em seus respectivos grupos.

 

Dia D

Neste sábado, 13, unidades de saúde do município estarão abertas para o Dia D de Mobilização Nacional de Vacinação contra a Gripe. Conforme a Secretaria Municipal da Saúde, as UBS atenderão a população das 8h às 17h, para aplicar a vacina, exceto nos bairros Cohab II, Maria Goretti, São Valentim e XV da Graciema, Faria Lemos e de Tuiuty. Uma unidade móvel da saúde estará instalada na Via Del Vino, no Centro, realizando a vacinação.

 

De acordo com Manfredini, caso sobrem doses da vacina, após o período de campanha, elas estarão disponíveis para a população em geral.