Segurança

Vigésimo assassinato em Bento: Polícia Civil verifica imagens próximas ao local do crime

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

Dienifer Marques, 18 anos, foi morta próxima à boate no domingo, 8 de abril

A Polícia Civil já recolheu imagens de estabelecimentos próximos à boate Djay Music Bar, local onde a jovem Dienifer Martins Marques, 18 anos, foi morta a tiros na madrugada de domingo, 8 de abril. Ela estava na entrada da casa noturna quando foi atingida.

Agora, as análises das câmeras tentarão chegar ao responsável pelo crime. A informação foi confirmada por comerciantes.

Conforme o proprietário do estabelecimento, Renato Bolzoni, que estava no interior da casa noturna no momento do acontecimento, a sensação é de insegurança. “Sabemos da violência urbana na nossa cidade, e ela está em todos os lugares”, lamenta.

De acordo com ele, a Polícia Civil recolheu imagens dos estabelecimentos próximos, como uma pizzaria e o Fórum de Bento Gonçalves. O proprietário afirmou, ainda, que a boate possui câmeras de segurança, que serão colocadas à disposição das autoridades caso venha a ser solicitado (até o fechamento desta edição, ele ainda não havia sido procurado. “Estamos aí para colaborar com as investigações no que for possível”, comentou.
Este é o primeiro caso de homicídio registrado ao longo do mês de abril. No total, a Capital do Vinho soma 20 assassinatos em 2018. No ano passado, o mais violento da história, foram registrados 34 crimes.

Relembre o caso

O caso ocorreu na madrugada de domingo, 8 de abril, no bairro Planalto. Um indivíduo armado efetuou diversos disparos na direção da casa noturna, localizada na rua Olinto de Freitas, por volta das 5h15min.

Conforme o registro, um homem armado teria atirado na direção da entrada do estabelecimento. Os disparos atingiram Dienifer e outras duas pessoas. Uma mulher de 28 anos e um policial militar também foram atingidos, mas ficaram feridos sem gravidade.

A jovem de 18 anos chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Tacchini. No entanto, ela não resistiu aos ferimentos e morreu. Já as outras duas vítimas foram atendidas e liberadas.

Um suspeito de ter cometido o crime chegou a ser detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) horas depois. A prisão ocorreu próximo do acesso ao bairro São Roque. Ele chegou a ser conduzido à DPPA, mas não foi reconhecido pelas vítimas. Ele foi liberado.

Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Bento. A Polícia Civil investiga o caso.

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário