Plantão

Vendaval chegou a 130 km/h em Bento Gonçalves

Lorenzo Franchi
Escrito por Lorenzo Franchi

Conforme a prefeitura, 80 casas e duas escolas foram destelhadas

As fortes rajadas de vento que atingiram Bento Gonçalves, no fim da tarde de segunda-feira, 11, deixou os cidadãos assustados. Conforme a Defesa Civil do município, o vendaval que foi das 14h às 17h, atingiu velocidade máxima de 130km/h. As consequências da força da natureza deixou estragos materiais, como quedas de árvores, tombamento de postes e destelhamentos em 80 casas e duas escolas.

Segundo levantamento do Poder Público, os bairros mais atingidos foram Ouro Verde, Santa Helena, e Zatt e a comunidade de Faria Lemos, que teve a Escola Estadual Ângelo Chiamolera destelhada.

A Escola Municipal Infantil Criança Feliz, no Ouro Verde, também sofreu conseqüências com os fortes ventos. De acordo com relatos, pelo segundo ano consecutivo, as aulas tiveram que ser interrompidas por motivo de destelhamento. O berçário infantil e o cantinho do soninho foram os pontos mais danificados da estrutura.

Reconstrução é a ordem do dia

O prefeito de Bento, Guilherme Pasin, esteve visitando a Escola municipal, na manhã de terça-feira, 12. “O trabalho da Defesa Civil junto à comunidade foi impecável. Todas as situações estão contornadas. O processo de engenharia, para a recomposição do telhado, já está finalizado. Assinamos a contratação emergencial de uma empresa para a reforma da escola. Acreditamos que até o início da semana que vem, já consigamos resolver essa situação”, ressaltou Pasin.

Quanto ao atendimento às famílias, o prefeito ressalta o auxílio dos orgãos públicos. “A prefeitura está disponibilizando entrega de lonas e telhas a todos moradores que fizerem essa requisição”, disse. Para solicitar o material, basta entrar em contato pelo Fala Cidadão: 0800 979 6866, ou com a Defesa Civil: 0800-6004 678 e (54) 99129-0602.

Normalização da energia

Em função das chuvas e vendavais, cerca de 57 mil residências ficaram sem energia. Em Bento Gonçalves, esse número representa 450 casos. Conforme a Rio Grande Energia (RGE), os reparos na rede já iniciaram e devem ser normalizados até as primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 13.
Os moradores dos distritos rurais da Capital do Vinho estão sem energia desde domingo. A RGE afirma que todos serão atendidos. A entidade pede que quem não for atendido dentro deste tempo, entre em contato pelo 0800 970 0900.

Sobre o autor

Lorenzo Franchi

Lorenzo Franchi

Deixe um comentário