Geral

Uma trajetória de dedicação e amor

Cleunice Pellenz
Escrito por Cleunice Pellenz

Belmira Ziegler Garcia recebeu o título de cidadã de Pinto Bandeira na semana em que comemorou nove décadas de vida

 

Um reconhecimento prestado para aquelas pessoas que se dedicam em prol de uma comunidade. Na semana em que completou nove décadas de existência, Belmira Ziegler Garcia recebeu o título de cidadã de Pinto Bandeira, em uma sessão solene emocionante na Câmara de Vereadores do município. Em sua trajetória, ela foi professora e escrivã, quando Pinto Bandeira ainda era distrito.

Belmira, que celebrou 90 anos no dia 9 de novembro, constituiu no decorrer de décadas uma relação muito próxima e bonita com a comunidade pinto-bandeirense. Devido a isso, o plenário do Poder Legislativo ficou lotado pela comunidade, familiares e ex-alunos, na homenagem realizada na noite de terça-feira, 7 de novembro. “Sua dedicação com nossa sociedade e sua envergadura ética exemplar são motivos de honra para todos nós”, salienta o presidente do Legislativo, Adilso Antonio Salini.

O prefeito Hadair Ferrari expressou o orgulho de prestar a homenagem à Belmira, pela semente plantada em Pinto Bandeira e que hoje está rendendo frutos. “A senhora é muito agraciada, pois conhece todas as pessoas mais antigas pelo nome, sabe da vida que eles tiveram no passado”, explica. Ele também lembra os motivos especiais para estar prestigiando o momento. “Foi ela quem registrou o casamento dos meus pais e o meu nascimento”, ressalta.

Belmira deixou transparecer emoção pelo momento, especialmente por ter sido a primeira homenagem recebida ao longo de sua vida. “Já amava Pinto Bandeira, mas agora gosto ainda mais. Não é minha terra natal, mas sinto muito orgulho de fazer parte desta comunidade”, diz.

Outra surpresa foi a presença de seus ex-alunos da escola Barão de Mauá, da comunidade do 28, na Linha Jansen. “Todos os vivos e residentes no município estavam lá. Muitos com certa idade e cabelos brancos. Fiquei emocionada, pois é o reconhecimento do trabalho realizado”, comemora.

A família também esteve presente na ocasião e fez questão de agradecer o carinho recebido. “Tenho certeza que cada um que está aqui não vê apenas a professora, mas a mãe, escrivã, a pessoa sensacional que ela é. Agradeço a cada um de vocês pela homenagem”, aborda o filho Rudy Garcia.

O filho Wanderley José também se emocionou com o momento. “Em um mundo com desrespeito tão grande com os professores, os ex-alunos estão aqui idolatrando a mãe. Somos muito gratos por isso”, finaliza.

Sobre o autor

Cleunice Pellenz

Cleunice Pellenz

geral5@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário