Geral

Sindiserp-BG: reajuste no vale alimentação acertado

Guilherme Kalsing
Escrito por Guilherme Kalsing

Ticket dos servidores públicos municipais será R$17, após cinco anos congelado, aguarda aprovação da Câmara

A Prefeitura e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bento Gonçalves (Sindiserp) após muitas negociações chegaram na sexta-feira, 9 de junho, acertaram um rejuste de 15,88% referente ao vale alimentação, após cinco anos de estagnação. O novo valor passa a valer em setembro.

A proposta do Sindiserp era que o valor fosse o mesmo da Câmara de Vereadores, cerca de R$20. Já o Poder Executivo, ofereceu R$ 17, aumento equivalente a 15,88%. De posse desta proposta, os servidores estiveram reunidos em assembleia e aprovaram o reajuste oferecido de forma unânime. No total, o vale alimentação dos servidores públicos municipais passará de R$ 337,41 para R$ 391,00, ao mês.

A presidente do Sindiserp, Neilene Lunelli, considera o novo valor satisfatório, mesmo que abaixo do proposto. “O último aumento concedido foi de 3,02% ou seja, 43 centavos, em 2014. Depois, não houve mais reajuste sobre o vale alimentação. Propusemos ao governo que o valor do vale alimentação fosse igual ao da Câmara de Vereadores, mas infelizmente não chegamos ao mesmo número. Ficamos em 15,88%, ainda longe do que consideramos ideal, até pela inflação que apesar de falarem que não existe, basta entrar em um supermercado para que se perceba. Mas é um avanço importante, pois em cinco anos nada foi conquistado e em menos de seis meses da nossa gestão, conseguimos esse aumento.”, ressalta.

A dirigente sindical considera que o diálogo entre as partes foi um fator preponderante durante o processo de negociação e que conquistas foram obtidas. “Foram inúmeros encontros junto ao Poder Executivo. O governo gostaria que o aumento fosse dado em outubro, mas conseguimos que antecipassem um mês, passando para setembro. Isso tudo foi obtido na base do diálogo e respeito, algo que vamos buscar preservar até o término do nosso mandato”, conta Neilene.

O projeto autorizando o reajuste do vale-refeição deve ser enviado para Câmara de Vereadores nos próximos dias. Outro destaque na assembleia foi de que a Prefeitura fará o pagamento do 13º no final do ano e não terá parcela antecipada.

O prefeito Guilherme Pasin, destacou que o reajuste foi possível devido ao trabalho de gestão, e o envolvimento dos servidores que auxiliaram nas ações de economia, com controle de gastos. “Com muito profissionalismo, os servidores nos ajudaram a enfrentar o desafio de manter o equilíbrio das contas públicas e seguir investindo no desenvolvimento do Município. Todo nosso respeito e valorização ao trabalho de cada servidor público municipal que, com competência e dedicação, ajuda a construirmos um município melhor para todos”, analisa.

Sobre o autor

Guilherme Kalsing

Guilherme Kalsing

Deixe um comentário