Segurança

Sartori assina decreto que regulamenta a Força Gaúcha de Pronta Resposta

Da Redação
Escrito por Da Redação

O governador José Ivo Sartori assinou, na quinta-feira, 13, o decreto que regulamenta a Força Gaúcha de Pronta Resposta (FGPR). O ato ocorreu no Palácio Piratini e contou com a presença do secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, e dos gestores das instituições vinculadas à SSP.

A FGPR foi instituída, inicialmente, por uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) em 14 de junho de 2018. A tropa atua em auxílio aos órgãos da Segurança Pública e é formada por servidores da Brigada Militar, (BM), Polícia Civil (PC), Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Instituto-Geral de Perícias (IGP) e Corpo de Bombeiros Militar (CBM) aposentados ou da reserva, com histórico de atuação em unidades especiais.

Em seu pronunciamento, Sartori salientou os fatores que contribuem para a obtenção de bons resultados. “Segurança se faz com policiamento, efetivo e equipamentos. No entanto, somente com a integração entre as instituições conseguiremos o máximo de efetividade”, disse o governador.

Schirmer destacou o caráter inovador da ação, pioneira no Brasil, desenvolvida nos moldes da Força Nacional de Segurança Pública. “Seis meses depois de criada, estamos aqui para transformar uma experiência bem-sucedida numa política de Estado. São profissionais competentes e experientes que ainda têm muito a contribuir na defesa da sociedade gaúcha.”

Atuação

A FGPR não possui área de responsabilidade, nem local específico de atuação, podendo o efetivo ser empregado em qualquer lugar, dependendo apenas da demanda. Sua missão principal é o combate ao chamado “novo cangaço”, que consiste em assalto a banco, por quadrilhas especializadas, que levam  insegurança principalmente a pequenas localidades do interior, inclusive com cordão humano.

“O RS possui profissionais que são referência para o Brasil, comprometidos e com grande capacidade operacional. Já atuamos em cerca de 80 missões, em todas as regiões do estado. A tropa está pronta para ser empregada 24 horas por dia, sete dias por semana”, garantiu o coordenador da FGPR, tenente-coronel Alexandre Aragon.

Os agentes também atuam em locais de grande conflagração da ordem pública e em resposta ao crime organizado. Durante o período do veraneio, a FGPR efetuará o recobrimento do interior do estado, em virtude do deslocamento de efetivo para as operações Verão e Golfinho.

Fonte: Ascom SSP
Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário