Assunta De Paris

Santo Antônio é do mundo inteiro

Assunta De Paris
Escrito por Assunta De Paris

Minhas primeiras palavras, não são propriamente minhas, são fruto de uma experiência vivida por todos os que sentem a responsabilidade de conduzir a história. Cabe a cada geração, consciente, a tarefa árdua de ser digna na hora que passa, para cercar de possibilidades autênticas o dia de amanhã, sem esquecer a lição dos que vieram abrindo estradas antes de nós.

Um povo sem tradição é um povo que traz a morte dentro da alma…

A História tem sido dominada por fontes que misturam incertezas e ilusões, análises representativas de ideologias ou memórias de sociedades feitas a partir de ideias e instituições que levaram a massa humana a reagirem no seu tempo e no seu modo de vida e se adaptarem dentro de suas condições humanas.

Cabe analisar neste aspecto da História regional a inserção de festas religiosas e a influência da igreja na formação familiar, social e de um espírito empreendedor que é voltado firmemente no vencer ou morrer…

O isolamento geográfico imposto aos imigrantes fez reacender o espírito religioso, que atuando como ele de união entre eles, transformou-se um fator de identidade cultural.
“O imigrante foi o homem o qual Jesus confiou a realização da nossa história. Nada que interessou aos pioneiros pode permanecer estranho a nós, seus herdeiros.” Pe Tiecher.

É nesse quadro histórico que se inserem de forma providencial os franciscanos e dominicanos com seus exemplos de transformação, como transparentes e seremos, conduzindo as massas populares ao encontro da fé em Cristo.

Frei Fernando, Antônio, o santo do nosso estudo, tornou-se uma figura importante na Reforma, promovida pelo papado, realizando-a de forma inteligente.
Pobre, entre os pobres, humilde entre os humildes, repleto de sabedoria pelas palavras de Deus e inflamado de amor, Antônio levava o evangelho ao povo com uma coerência de comportamento exemplar, defendendo a VERDADE e a NÃO VIOLÊNCIA. Sua luta na defesa das INJUSTIÇAS servia para recompor a sociedade.

E aqui surge a pergunta: “O que significa para a HISTÓRIA do município de Bento Gonçalves a Festa de Santo Antônio?
Somos um povo que crê, um povo que reza, um povo que canta e um povo de ESPERANÇA.

Nos últimos anos, a nossa festa está recebendo uma contribuição sempre mais amparada pelos que construíram e ajudaram a construir a nossa Fé a nossa História. É um povo que caminha com seus valores.

Parabenizo a todos os organizadores e colaboradores da Festa – 2019 – Com a reflexão:
“MOSTRA-ME SENHOR, TEUS CAMINHOS”. (SL 25.4)

Sobre o autor

Assunta De Paris

Assunta De Paris

Historiadora e colunista do Jornal Semanário há 30 anos.
redacao@jornalsemanario.com.br
www.jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário