Empresas

Proamb celebra evolução no padrão de serviços

Da Redação
Escrito por Da Redação

A aposta no conhecimento propiciou à Fundação Proamb não apenas tornar-se líder em gestão ambiental no Rio Grande do Sul, mas também diferenciar-se de seus concorrentes pela qualidade reconhecida de seus serviços. Para a organização de Bento Gonçalves, o ano que mais uma vez veio acompanhado de recessão e incertezas políticas encerra-se de forma positiva, com a empresa fazendo parte do seleto grupo dos certificados pela ISO 9001.

A conquista, conferida pela Bureau Veritas à unidade de coprocessamento, instalada em Nova Santa Rita, revela a estratégia adotada pela Proamb como empresa capaz de atender às exigências de um mercado cada vez mais competitivo. “A nossa busca por qualidade é única e exclusiva para oferecer ao mercado o que há de mais moderno em termos de soluções ambientais, oportunizando aos clientes o crescimento da melhor forma, ou seja, sustentável em todos os aspectos, social, econômico e ambiental”, comenta o Presidente da Proamb, Neri Basso.

Para a Proamb, é importante que o conhecimento não fique restrito apenas ao corpo técnico da empresa. É fundamental que ele seja levado à sociedade, de forma a capacitá-la também para os desafios de gerir o ambiente que a cerca. A Fiema, realizada em abril pela Proamb, foi um exemplo de como a organização opera para que a ciência seja parceira neste sentido.

Realizada a cada dois anos, a feira de soluções e tecnologia ambiental oportuniza a chance de gerar negócios em múltiplas frentes – de tratamentos de águas e efluentes, passando pela gestão de resíduos até chegar às energias renováveis. Neste ano, uma das apostas foi o 1º Seminário Internacional de Resíduos Industriais e Urbanos, com a presença de agentes internacionais que participam de projetos na área em países como Portugal e Finlândia. Dessa parceria, nasceu uma comissão para interceder com o governo gaúcho para que o Estado invista na área, a fim de aproveitar o grande potencial no beneficiamento de resíduos.

E não foi só. Em agosto, a partir dessa aproximação, uma equipe da Proamb viajou à Finlândia para uma missão técnica. O país é conhecido pela gestão de resíduos sólidos com fins de transformação energética. É mais ou menos o que faz a unidade de coprocessamento da Proamb, só que com outro tipo de energia, a térmica. A ideia é ampliar os serviços da unidade para que, aos poucos, ela passe a produzir energia elétrica.

Neste ano, também, a Proamb colocou em operação seu LABORATÓRIO AMBIENTAL, Centro de Análises Ambientais, serviço voltado não só à análise de águas e efluentes como também à resolutibilidade dos problemas encontrados. Ao todo, foram investidos R$ 3,2 milhões no CAA, complexo com quatro centros de diagnóstico – Microbiologia, Físico-Química, Instrumental Orgânico e Instrumental Inorgânico – que cumprem as determinações da ISO/IEC 17.025, norma internacional de acreditação de laboratórios.

Neste cenário de investimentos em conhecimento, outro setor fundamental nas operações da Proamb comemorou expressivos avanços ao fortalecer seus laços com órgãos de ensino superior, mostrando a preocupação da empresa em oferecer qualidade em todos seus campos de atuação. Além do já conhecido vínculo com a Universidade de Caxias do Sul (UCS) ter sido ampliado para a oferta de mais cursos de qualificação em questões envolvendo o tratamento de água e efluente, a área de Educação celebrou uma parceria com a ESIC Business Marketing & School para oferecer, no Estado, o inédito MBA em Neuroestratégia e o Pensamento Transversal em 2019. O máster, realizado juntamente com o centro universitário espanhol, tem como foco a tomada de decisões e é voltado aos líderes que ocupam essa função nas empresas. “Sempre, em seus quase 30 anos, a Proamb buscou na capacitação suas ferramentas para oferecer aos clientes a qualidade que é capaz de elevar o nível de competitividade das empresas”, comenta Basso.

 

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário