Editorial

Privilegiados

Cristiano Migon
Escrito por Cristiano Migon

A posição privilegiada de Bento Gonçalves no estado, com bom tráfego viário, que facilita a ligação entre a cidade e as vias rápidas de rodagem, além da estrutura primorosa do Fundaparque e a rede hoteleira, que tem uma boa oferta de quartos a preços justos, juntamente com as belezas naturais da região, colocam a Capital Nacional do Vinho em posição privilegiada para realização de feiras e eventos de magnitude.

E neste contexto, os eventos setoriais têm crescido significativamente na cidade. Já está consolidada no mercado a máxima de que participar de uma feira de negócios é uma das formas mais econômicas e eficazes de se praticar marketing e obter bons resultados de vendas. De forma direta, quem produz e quem vende se posiciona frente a frente com seu público, com seus concorrentes, fornecedores, representantes e distribuidores, ampliando sua rede de relacionamentos e proporcionando maior visibilidade para seus produtos ou serviços.

Quem produz se posiciona frente a frente com seu público, fornecedores e concorrentes

E neste prisma, as cores da ExpoBento brilham mais intensamente aos olhos dos participantes. Compras, gastronomia, exposições, cultura e entretenimento criam um mundo de opções para os visitantes da 28ª edição da maior feira multissetorial do país. Durante 11 dias, o Parque de Eventos reunirá mais de 400 expositores de segmentos como moda, variedades, agroindústria, automóveis, vinícola, gastronomia, imóveis e outros, gerando oportunidades de negócios a diferentes públicos. Para completar o passeio, peças teatrais, desfiles de moda, shows musicais, aulas-show e uma mostra com serviços para casamentos prometem uma programação diversificada para toda a família.

A expectativa é repetir os ótimos resultados da edição passada, com perspectiva de receber mais de 200 mil pessoas vindas de todas as regiões do Brasil. Entretanto, para que Bento se mantenha fiel e prossiga no caminho do desenvolvimento de negócios por meio de feiras, é preciso que o Estado e o Executivo se mantenham fieis às Políticas Públicas de desenvolvimento de Turismo de Eventos, condizentes com os propósitos que levaram Bento ao mais alto posto no cenário de eventos desta origem. O entrosamento entre setor público e privado em relação a importância destas realizações e o resgate de outras há tanto esquecidas deve nortear as iniciativas setoriais. Uma ótima ExpoBento a todos.

Sobre o autor

Cristiano Migon

Cristiano Migon

editoria@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário