Editorial

Por mais profes como Ivanete

Cristiano Migon
Escrito por Cristiano Migon

Quais são as principais qualidades que definem um bom professor? Estabelecer indicadores e critérios para definir o que é o bom professor, o que é o professor profissional, preparado para agir em sala de aula diante de diferentes desafios e contextos e realmente capaz de fazer com que todos os seus alunos aprendam é o fundamental passo para uma educação bem sucedida. Todo professor tem que se enxergar e agir como profissional, e estar comprometido com os valores dessa carreira; com o aprendizado de todos os alunos; ter conhecimento e dominar as teorias e práticas pedagógicas; deve saber planejar as atividades e avaliar a aprendizagem; deve saber criar um ambiente adequado de aprendizagem para os seus alunos. Mas além disso, todo professor precisa inspirar.

E, às vezes, a capacidade de iluminar e o carinho gerado são tão grandes que a reciprocidade ocorre, e atos como o realizados pelos alunos do Cecília Meireles na manhã de segunda-feira nos enchem de esperança e dão forças para combater a pequenez dos fatos negativos.

No olhar para o alto, em direção à pequena janela no Hospital Tacchini, o reflexo no semblante das mais de 300 crianças que se reuniram para prestar homenagens pelo aniversário da profe Ivanete Bernardi, que luta há alguns dias contra a leucemia, respalda o senso de admiração, respeito e complacência que todo o educandário desenvolveu pela profissional.

Quando perguntamos a respeito da maior habilidade de um líder, é comum sempre ouvirmos que é o poder de inspirar as pessoas, de mostrar-lhes um norte. Mas a pergunta que fica é: como inspirar as pessoas? E a resposta, aparentemente tão simples, é talvez a tarefa mais difícil de um líder. A resposta é: com o seu próprio exemplo.

Para inspirar alguém não é preciso ser perfeito, na verdade basta ser o melhor de si em todos os momentos.

Em uma fala sucinta, Ivanete nos mostrou que não é por que não deu certo ontem que hoje não dará. Que desanimar não te faz chegar ao seu objetivo, só vai te distanciar cada dia mais do que você havia traçado. Que a tristeza é natural, mas não ajudará na sua recuperação. Ivete também é uma inspiração fora das salas de aula.

E por mais clichê que possa parecer, é fato que o mundo precisa de mais pessoas com a doçura e a visão desta profe. Estamos imersos em um momento de incertezas em diversas áreas e fragilidades sociais, que nos jogam à deriva no campo do pensamento.

Buscar o melhor nos permite encontrar pessoas que nos inspiram, e isso é uma necessidade vital na que devemos investir todos os dias. Porque quem inspira abre as janelas da alma, e também acende o farol de nossas mentes para nos permitir emergir de nossas noites de apatia, medo e solidão.

Nenhum amor pode ser tão completo e autêntico como o que é construído com raízes de respeito e folhas brilhantes, com admiração e inspiração mútua. Porque para inspirar alguém não é preciso ser perfeito, na verdade basta ser o melhor de si em todos os momentos.

Sobre o autor

Cristiano Migon

Cristiano Migon

editoria@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário