Bairros Geral

Pelos bairros de Bento: “A praça é o coração do Fátima”

Guilherme Kalsing
Escrito por Guilherme Kalsing

Moradores destacam espaço de área verde com um dos diferenciais em relação a outros pontos da cidade

Um bairro em crescimento, mas segue carregando e mantendo características de uma comunidade pequena do interior. Assim pode se definir o Fátima, que considera o seu praça como o coração do bairro. Mesmo assim, a localidade pede algumas melhorias em alguns aspectos.

Esse local que encanta tanto moradores como também visitantes se chama Parque das Nascentes Chico Mendes, mas popularmente ficou conhecido Praça da Fátima. Nele, um grande lago com peixes, patos e outros animais frequentam as tranquilas águas. No seu entorno, várias imagens de animais foram colocadas após sua construção, dando um diferencial ao espaço.

Além disso, árvores de todos os gêneros, muitas delas frutíferas, se misturam a grama, transformando o cenário. A estrutura do parque ainda conta com uma calçada para caminhadas em ótimo estado, muitos bancos, espaço para assar um churrasco, uma academia ao ar livre e um espaço para as crianças.

A praça é o principal ponto de encontro do bairro. O aposentado Genuíno Antônio Sachett usa o espaço para realizar uma caminhada. “Sempre que tenho tempo gosto de vir até aqui e dar algumas voltas pelo lado. A gente encontra outras pessoas que também fazem o mesmo. É uma área de verde muito boa, tem espaço e opção para todos, velhos, crianças e jovens”, destaca.
Anelito Fracaro fala com entusiasmo do espaço. “É um lugar que quase nenhum bairro de Bento tem à disposição. Mesmo que se tenha algo para se adequar, sem dúvida é algo de primeiro mundo. Temos uma praça que é nosso orgulho”, enaltece.

Maria Luiza, junto com seus dois filhos faz visitas, pelo menos duas vezes na semana ao parque. “É um espaço tranquilo, boa estrutura e muito verde. As crianças gostam de vir ao parquinho, se divertir. Já fizemos churrasco em um domingo. É uma opção que considero valiosa”, ressalta.

Os moradores também ressaltam o quesito segurança do bairro e do local. Segundo eles, já ocorreram vandalismos nas churrasqueiras, banheiros e há presença de que consomem entorpecentes, principalmente à noite. Por isso, pedem mais policiamento.

Para melhorar no bairro

Uma das principais solicitações dos moradores do Fátima está na infraestrutura. Segundo eles, nos últimos anos, o bairro ganhou em expansão territorial e também populacional, com a abertura de novos loteamentos. Isso fez com que ruas fossem abertas e outras modificadas para atender essa demanda, que também necessitava de alterações no sistema de água e esgoto.

Esse cenário gerou alguns problemas. Fracaro é quem conta. “Os calçamentos, o pessoal da Corsan vem para fazer novos loteamentos, abrem tudo e deixam tudo solto. Quando arrumam, dá uns dias e volta ao normal. Aí fica nessa situação que vocês estão vendo aqui no bairro, como na Francisco Tomasi”, observa.

A situação de soltura do calçamento também afetou diretamente Fracaro. “Esses tempos, colocaram uma bomba de controle de pressão, fecharam, mas não deu muito tempo e saltou fora. Passou uns dias e uma noite teve acidente, inclusive atingiu minha casa que ficou quase uma semana sem luz porque pegou a caixa elétrica”, lembra.

Sachett também se soma a reclamação das condições do calçamento. “Muitos buracos e pedras soltas. Não é em uma rua, mas em várias aqui do bairro. Só não tem nas mais recentes que foram abertas para os próximos loteamentos que estão abrindo”, relata.

A segurança, como sempre, teve um capítulo especial, sem esquecer da parte de saúde e educação. Fracaro comenta. “No meu entendimento ela está deficiente, porque não vemos a polícia passar com regularidade. Se eles viessem mais vezes, seria bom para a sensação de segurança ser maior”, finaliza.

Sobre o autor

Guilherme Kalsing

Guilherme Kalsing

Deixe um comentário