Geral

Pasin anuncia Centro Administrativo

Da Redação
Escrito por Da Redação

Seguro e preocupado em demonstrar que seu governo não está imóvel, o prefeito Guilherme Pasin catalisou atenções no jantar palestra que abriu os trabalhos do Centro da Indústria e Comércio de Bento Gonçalves (CIC/BG) do ano, na noite de segunda-feira, 9 de março. Ele conduziu sua fala alicerçada em quatro temas: gestão, educação, saúde e segurança. Mas fez mais, anunciou que no segundo semestre deste ano haverá a licitação para o projeto de um novo Centro Administrativo e, numa surpresa para a grande maioria dos presentes, assinou a ordem de serviço para o início das obras de asfaltamento do aeródromo, momento em que exibiu as licenças ambientais obtidas junto à Fepam. O prazo para a execução da obra é de seis meses e ela será executada pela Concresul.

Nesta terceira vez que Pasin vai ao CIC na condição de primeiro mandatário do município, ele falou o dobro do tempo combinado. Seriam 25 minutos para uma exposição inicial, utilizou 50 minutos. Depois reduziu o tempo de resposta das dez perguntas feitas pelos vice-presidentes do CIC que foram porta-vozes de questionamentos dos associados.

Em mais de um momento, o prefeito demonstrou irresignação frente às manifestações de “pitaqueiros”, destacando que, “opinião é algo importante, então se deve dá-la com base em boas informações”, disse, em crítica explícita a quem diz que sua administração tem feito pouco. E garantiu: “Bento Gonçalves vive um novo momento. Sou otimista. Não temos nada a ver com a realidade vivida no Brasil e no Estado”.

Mostrou números que comprovam a recuperação financeira do município. Dos R$ 37 milhões em dívidas vencidas que recebeu no primeiro dia de governo, garante que R$ 30,3 milhões já estão quitados. Pasin exibiu gráficos mostrando que embora as contas do município ainda estejam negativadas em pouco mais de três milhões, a curva de recuperação é nítida. E avaliou: “Esta recuperação serve para resgatar a autoestima do município, de seus cidadãos e prova que é possível fazer gestão competente sim”.

Leia mais na edição impressa do Jornal Semanário desta quarta-feira, 11 de março.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário