Segurança

Para combater onda de crimes, Força Gaúcha de Segurança retorna para Bento Gonçalves

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

Após Bento Gonçalves bater o recorde e registrar 41 homicídios em 2018, uma determinação do secretário estadual da Segurança Pública, Cezar Schirmer,  na manhã desta segunda-feira, 15, deve transferir à Bento policiais que integram a Força Gaúcha de Pronta Resposta (FGPR). O grupamento será enviado à Capital do Vinho na terça-feira, 16. Além das tropas, o secretário anunciou a transferência temporária de seis policiais civis, lotados na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Porto Alegre, somando-se aos quatro enviados anteriormente com o objetivo de auxiliar nas investigações dos assassinatos.

De acordo com Schirmer, o policiamento já havia sido reforçado na região, quando em 15 de setembro, a Brigada Militar recebia parte do efetivo do 1º Batalhão de Operações Especiais (1ºBOE) de Porto Alegre. Nas redes sociais, o secretário disse que enquanto os homicídios caem em todo o estado, Bento caminha no sentido contrário, quando há um aumento dos assassinatos, em virtude do tráfico de drogas. “…determinei reforço policial para o município. Irei a Bento Gonçalves nesta quarta-feira para acompanhar as ações de reforço policial destinadas ao município”, disse.

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário