Caderno S

Olinda Tomasi

Cleunice Pellenz
Escrito por Cleunice Pellenz

Olinda Tomasi é só alegria e amor. Com persistência e ambição, ela não se acomoda e está na busca constante do melhor para si e seus familiares. Filha de Lourdes Menegotto Tomasi e Azir Tomasi, ela afirma que sua família é a base de tudo. “É o meu suporte em todos os momentos. Minha mãe é o meu ícone, passou por muitas dificuldades e conseguiu superá-las”, esclarece.

Para ela, ser mãe é uma das coisas mais bonitas da vida de uma mulher e que, apesar das dificuldades, o amor sempre sobressai. “O nascimento da minha filha, Nichele, foi amadurecimento, é um amor infinito e sem limites. Tivemos alguns problemas no percurso de nossa vida, mas hoje ela diz que sente muito orgulho de mim e isso engrandece a minha alma”, destaca.

Ela relata que não mudaria nada do que viveu, pois, todas as dificuldades e sofrimentos ao longo de sua trajetória foram aprendizado e crescimento pessoal. “Tive que passar por tudo isso para que eu pudesse, hoje, desfrutar de todas as coisas boas que conquistei. Talvez, se não tivesse passado por algumas situações, estaria acomodada e vendo o tempo passar e não teria aprendido certos valores e princípios primordiais para o desenvolvimento humano”, avalia.

Olinda diz ser uma mãe completa e que aprendeu a valorizar ainda mais a sua após o nascimento de sua primogênita. “Amo minha mãe muito mais e vi até onde o amor de uma mãe vai pelo seu filho. Minha filha é minha vida, minha conselheira, meu suporte, o combustível da minha existência e, acima de tudo, o meu maior orgulho”, frisa. Muitos foram os momentos marcantes vivenciados com sua menina, porém, o mais especial foi quando ela pronunciou sua primeira palavra. “O nascimento dela foi, sem dúvida, de muita alegria, mas a primeira palavra, ‘Mama’, foi inesquecível.Hoje em dia, ver ela avançando em seus objetivos me torna cada vez mais feliz”, orgulha-se. Quanto aos ensinamentos, ela afirma que sempre procurou repassar os valores aprendidos com sua família.

No campo profissional, Olinda é podóloga e não se imagina em outra área de atuação. “Na época da escolha de minha carreira, era manicure e pensei em algo que desse retorno rápido, pois me preocupava com o futuro da minha filha. Fui em busca da podologia e nada me faz mais feliz do que aliviar a dor das pessoas e ver a satisfação e a confiança que depositam em meu trabalho. Foi a melhor escolha que fiz em minha vida”, salienta.

Realizada e feliz, ela pontua que seu melhor passatempo é estar com as pessoas que ama. “Amo passear com o meu amor e companheiro, Reno Pedro Sonza, e estar junto da minha filha sempre que puder”, celebra.
18
Para o futuro, ela projeta o crescimento no trabalho, a formatura de sua filha, bem como o apoio na carreira que ela desejar seguir. “São desejos simples, mas que me farão ainda muito mais feliz. Com garra, determinação e fé, palavras chaves da minha vida, conquistarei cada objetivo”, finaliza.

Sobre o autor

Cleunice Pellenz

Cleunice Pellenz

geral5@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário