Assunta De Paris

O primeiro prefeito do município de Bento Gonçalves

Assunta De Paris
Escrito por Assunta De Paris

O CORONEL ANTÔNIO  JOAQUIM MARQUES DE CARVALHO JUNIOR iniciou  a sua vida pública  como agente dos Correios e Telégrafos, em Garibaldi, então Colonia Conde d’Eu, e que integrava o  2º Distrito do Município de São João do Monte Negro.
Foi propagandista da República, contando com a amizade de Júlio de Castilhos e posteriormente, tornou-se político de confiança e amigo particular de Borges de Medeiros, que em 1934, quando da Campanha da FrenteÚnica, empenhou em visitar o Coronel Carvalho, em sua própria residência,  na rua Fernando Abott ( hoje rua José Mário Mônaco). O encontro entre os dois velhos  amigos foi comovente, ambos não podendo disfarçar as sua lágrimas.
Pelo decreto nº 474 de 11 de outubro de 1890, é criado, pelo Governador do Estado, General Cândido Costa o município de Bento Gonçalves, constituído das Colônias  Conde d’ Eu (hoje Garibaldi) e Dona Isabel (Hoje Bento Gonçalves).
O Município de Bento Gonçalves foi instalado  em 23 de outubro de 1890, tendo o Conselho Municipal  administrado a nova comuna até fins de novembro de 1892,quando, então pelo Governador Júlio de Castilhos, foi nomeado como primeiro Intendente o Coronel Carvalho Junior.
No inicio de dezembro de 1892 o Coronel Carvalho assume a Intendência, tendo sido reeleito, por seus méritos de governante capaz, por diversas gestões, até o ano de 1924, quando, pelo tratado de Pedras Altas, ficou vedada a reeleição a cargos Executivos no Estado.
Deixando o Governo do Município, foi logo  nomeado pelo Presidente da Província do Estado, Dr. Borges de Medeiros, Delegado de Polícia de Bento Gonçalves, cargo em que se apo. sentou em 1928. Desde que foi nomeado Intendente, até o ano de 1928, sempre ocupou a chefia local do Partido Republicano Riograndense.
Somaram a atividade pública do Coronel Carvalho, 40 anos de serviços relevantes e de compromisso com o povo.
Foi um modelo de honestidade e integridade, tendo a perpetuar-lhe a sua memória.
Faleceu a 26 de maio de 1936, após  prolongada enfermidade, com a idade de 81 anos, em sua residência, nesta cidade, à rua Fernando Abott (hoje José Mário Mônaco) com a assitência devotada de inúmeros amigose de sua grande prole. Deixou 11 filhos, 31 netos e 3 bisnetos . (Na data de seu falecimento) – São os seguintes os  filhos do Cel. Carvalho: Clordoaldo, Adroaldo, Hermes, Grimoaldo, Arnaldo, Odorico, Armando, Ortenila, Hercyna, Oldina e Carlinda.
Contou com os seguintes títulos honoríficos:
– Sócio Honorário da Sociedade Italiana “Regina Margherita”.
– Sócio Honorário do Veterano Clube Aliança.
– Presidente de Honra do Tiro de guerra nº 357.
– Sócio Honorário do Clube Esportivo de Bento Gonçalves
– Presidente  de Honra da Sociedade Italiana “CAMILO CAVOUR”.
– Presidente de Honra da Sociedade Italiana HUMBERTO PRIMEIRO.
Por ocasião de seu falecimento foi decretado luto oficial no município, pelo acto nº 5, do então Prefeito em exercício, Sr. Orestes Tragnago em 26 de maio de 1936.

Sobre o autor

Assunta De Paris

Assunta De Paris

Historiadora e colunista do Jornal Semanário há 30 anos.
redacao@jornalsemanario.com.br
www.jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário