Saúde

Ministro garante que doses da vacina contra a gripe vão estar disponíveis para toda a população

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

Informação foi divulgada nesta quinta-feira, 30; expectativa é de que doses estejam disponíveis a partir de segunda-feira, 3 de junho

Em anúncio realizado nesta quinta-feira, 30, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informou que doses da vacina contra a gripe serão disponibilizadas a todos os públicos a partir de segunda-feira, 3 de junho. O período da campanha de vacinação contra a gripe encerra na sexta-feira, 31. Após essa data, segundo o ministro, qualquer pessoa que queira receber a dose da vacina poderá procurar as unidades de saúde e realizar a aplicação.

Até a quarta-feira, 29, 44,6 milhões de pessoas que buscaram os postos de vacinação, o que representa 75% da população-alvo. Fazem parte do grupo prioritário as gestantes, puérperas, crianças entre 6 meses a menores de 6 anos, idosos, indígenas, professores, trabalhadores de saúde, pessoas com comorbidades, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade. Em Bento Gonçalves, até a semana passada, as Unidades de Saúde haviam vacinado 84,63% da meta, totalizando 27.827 doses.

A vacina produzida para 2019 teve mudança em duas das três cepas que compõem a vacina, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87). A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença.

Caso de H1N1 foi confirmado em Bento

Na terça-feira, 28, o setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde de Bento confirmou o primeiro caso de gripe H1N1 na cidade. De acordo o setor, trata-se de uma pessoa de 60 anos, e que não havia feito a vacina. O paciente recebeu o tratamento, passa bem e já ganhou alta hospitalar.

Conforme o coordenador das Vigilâncias em Saúde de Bento Gonçalves, Rafael Vieira, a vacinação reforça os cuidados para evitar o contágio da gripe. “A vacina não exclui a possibilidade do paciente contrair uma gripe, mas sem dúvida é um grande, senão o maior reforço à prevenção contra situações mais graves, como neste caso”, explica.

Segundo o secretário de Saúde do município, Diogo Segabinazzi Siqueira, a confirmação de H1N1 no município é um caso isolado, mas a população deve ficar atenta. “É um caso isolado, mas de extrema preocupação, estamos no fim da Campanha, quase alcançando a meta, e precisamos que todos que pertencem aos grupos de risco recebam a vacina”, enfatiza.

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário