Blog Semanário Cultural

Longa-metragem “A Superfície da Sombra” será exibido em Bento Gonçalves

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

A Accorde Filmes e a Fundação Casa das Artes irão promover uma sessão gratuita do longa-metragem “A Superfície da Sombra” na próxima terça-feira, 9 de outubro, às 19h30min, na sala de cinema da fundação, em Bento Gonçalves, na serra gaúcha. Após a projeção, haverá um debate aberto ao público com a presença do escritor Tailor Diniz – autor do romance que inspirou o filme – e a produtora executiva Marilaine Castro da Costa, que também foi responsável pelo projeto de acessibilidade para espectadores com deficiência visual ou auditiva.

O filme

A Superfície da Sombra é um thriller fantástico rodado no extremo sul do país em duas cidades com o mesmo nome – Chuí (Brasil) e Chuy (Uruguai). No cenário escolhido para apresentar a jornada de um forasteiro, a fronteira vai além dos limites físicos. Português e espanhol se fundem em um só dialeto não-oficial. Essa característica linguística, presente em 17 mil quilômetros de divisas no continente sul-americano, faz da produção o primeiro filme brasileiro totalmente falado em portunhol.

Produzido pela Accorde Filmes, o longa-metragem de Paulo Nascimento (melhor diretor no 37º. Festival de Cinema de Gramado por Em Teu Nome) é uma adaptação do livro homônimo do escritor gaúcho Tailor Diniz. O roteiro, também assinado pelo cineasta, dialoga com questões cotidianas do homem moderno, como suas características próprias e, ao mesmo tempo, universais. Ao abordar temas como distanciamento, solidão e generosidade, reencontra um passado não muito distante, violento e cruel da história latino-americana. Na tela, a realidade da fronteira do Brasil é retratada em duas pequenas cidades fictícias entre o Brasil e o Uruguai, separadas apenas por uma avenida, que as une em vez de separá-las.

O protagonista é interpretado pelo ator Leonardo Machado (vencedor do Kikito de melhor ator em 2009), que recentemente faleceu aos 42 anos vítima de um câncer no fígado. Outro destaque do elenco é o ator uruguaio César Troncoso (de O Vendedor de Sonhos e O Banheiro do Papa), que vive um dublê de coveiro e cantor de tangos. A direção de fotografia é de Renato Falcão – brasileiro radicado há 20 anos em Nova York e responsável pela fotografia de sucessos internacionais, como A Era do Gelo, Rio e O Touro Ferdinando. Distribuído pela Panda Filmes, o longa também tem recursos acessíveis no Movie Reading – um aplicativo de audiodescrição, legendas e língua de sinais sincronizadas pelo celular ou tablet, inclusive nas salas de cinema.

Sinopse

A trama gira em torno de Tony (Leonardo Machado), um homem solitário que viaja ao extremo sul do país para ver uma amiga que está à beira da morte. Ele não chega a tempo, mas encontra Blanca (Giovana Echeverria), com quem inicia uma relação imprevista. Ele se depara com uma cidade repleta de pessoas estranhas e acontecimentos misteriosos, tentando encontrar sentido nesse lugar. Mas o protagonista se envolve em uma rede de intrigas marcada por muitos enigmas locais. A fronteira é um limite, porém sem limites, onde é difícil diferenciar o que é ou não real. Tony acaba se perdendo, ou se encontrando ao longo de uma jornada onde não há diferença entre ele e suas almas.

 

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário