Esportes

Jovens futebolistas de Bento Gonçalves comemoram experiência na Espanha

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

Passado pouco mais de um mês de uma grande experiência, já é possível dimensionar a importância desta para uma trajetória. No fim de junho, três jovens atletas das categorias de base do Esportivo participaram do Barcelona Football Festival, na capital da Catalunha, Espanha, representando o Esporte Clube Cruzeiro, de Cachoeirinha. A competição reuniu agremiações de futebol de diversas regiões do mundo, dentre as quais estava a equipe gaúcha.

Para a participação, o Cruzeiro optou por selecionar jovens com potencial de outros times, formando um combinado. Através da indicação do coordenador de categorias de base do Esportivo, Acácio Egres, três atletas do alviazul foram convocados: João Vitor Trombini e Vitório Augusto Ostrzyzeck, ambos da categoria 2003, e Lorenzo Vignatti, 2004.

Semelhantes em alguns aspectos, como a atuação no meio-campo e o sonho de tornarem-se jogadores profissionais, os atletas se diferenciam em personalidade. Sem muitas palavras, o mais tímido do grupo, Vitório comemorou a experiência. “Minha participação foi boa, consegui dar o meu máximo, o que ajudou a equipe a ter um bom resultado”, avaliou.

Companheiro de Vitório no time 2003, categoria na qual chegaram ao vice-campeonato, o desinibido João Vitor projetou o impacto da bagagem obtida no torneio em solo catalão. “Foi uma experiência única e que levarei para a vida. Sem dúvidas esta viagem abriu portas para mim”, acredita. O bento-gonçalvense ainda analisou as diferenças mostradas pelos adversários europeus dentro de campo: “o futebol de lá é muito tático, de muito passe. Em contrapartida eles não têm o drible, o enfrentamento e a pegada de disputar bola”, analisa o atleta que, junto aos companheiros, chegou à final do torneio em sua categoria, fase na qual foram derrotados pelo Stratford Town FC, da Inglaterra.

Atuando pela categoria para nascidos em 2004, Lorenzo Vignatti — quem meias articula as duas ideias sobre a estadia européia —também aproveitou a passagem pela Espanha para adquirir conhecimentos intra-campo. Ele cita a importância do contato com o futebol mais tático para aprimorar essa característica na realidade local. “Demoramos um pouco a pegar entrosamento com os outros jogadores do time, é natural. O aprendizado foi muito bom, conhecer lugares, enfrentar jogadores de outros países o que nos ensina a conhecer outros estilos de jogo para trazermos para cá”, pondera. Lorenzo e seus companheiros no Cruzeiro também foram finalistas; após empate no tempo normal, foram derrotados nas penalidades pelos islandeses do Fjolnir 1.

Após a participação no Barcelona Football Festival, os atletas seguem as atividades nas categorias de base do Clube Esportivo Bento Gonçalves.


Foto: Lucas Araldi

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário