Antônio Frizzo

Guarda-corpos?

Antônio Frizzo
Escrito por Antônio Frizzo

GUARDA-CORPOS?
Na sexta-feira da semana passada um terrível acidente ocorreu na rua Saldanha Marinho, esquina com a rua Ramiro Barcelos. Um homem de apenas 46 anos morreu de forma trágica. Um carro, em manobra totalmente equivocada, fez com que ele perdesse o controle da moto pilotava, tendo na garupa sua filha. Ele se chocou contra o “guarda-corpos” (?), perdendo a vida. Sua filha sobreviveu com ferimentos. Mas, por que tal acidente o vitimou? Bem, existem vários locais com “proteções” como aquela. No meu entender e baseado no que vi em muitos lugares que visitei, essas proteções são bem diferentes das que temos. A parte terminal delas, inclusive de guard rails (ou guard-rails, Roni?), SEMPRE é arredondada e cravada no chão. E os “guarda-corpos” que temos na área central da cidade?

VAMOS REVER ISSO?
O “guarda-corpos” que causou o acidente fatal tem vários similares, inclusive na sequência da própria rua Saldanha Marinho. Agora, depois do ocorrido, é fácil de ver que qualquer moto que se chocar contra suas pontas destruirá o suporte e deixará uma verdadeira lança de metal à mostra. E temos, também, vários locais em que que pequenos pilares de aço e concreto estão colocados nas calçadas, com o objetivo e impedir o choque de veículos contra as paredes dos prédios. Mas, se um motociclista for projetado sobre um desses pilares, qual serão as consequências? Entendo – e muitas pessoas que me contataram também – que TODAS essas “proteções” (?) precisam ser reavaliadas. E antes que tenhamos mais uma morte a lamentar.

FESTIVAL DE LADROAGENS
Não há um dia em que não sejamos martelados por notícias de roubalheiras, seja por membros do poder público, seja por membros privados. Em Frederico Westphalen ladrões saquearam o cemitério e furtaram mais de três mil objetos, como argolas de metal, placas de bronze, etc. Já em Forqueta, distrito de Caxias do Sul, furtaram 15 netbooks de uma escola. E a frequência com que casas e apartamentos são arrombados e bens furtados impressiona.

E TEM MAIS…
O que dizer dos carros, motos e bicicletas roubadas ou furtadas? Pois é, e nossos mui leais e valorosos governantes apresentam a velha cantilena da “a criminalidade está diminuindo”. Isso tudo sem contar com bancos explodidos. O Brasil está tomado por ladrões, corruptos e bandidos de todos os naipes. Por que é assim? Simples: a impunidade é a tônica e existem bandidos piores no seio do povo, gente “do e de bem”, que compram objetos e mercadorias furtadas ou roubadas. Muitos exigem “cadeia para corruptos e ladrões”. Mas, quem deve construir cadeias? Pensar nisso é importante.

FALTA EFETIVO?
Houve denúncias sobre a carência imensa de efetivo no Comando Rodoviário. Sim, policiais em férias, em tratamento de saúde e que se aposentam não têm substitutos. O resultado é que raros policiais rodoviários têm sob sua responsabilidade muitos quilômetros de rodovias. Isso os impede, frequentemente, de se deslocarem para atender toda a sorte de acontecimentos ao longo das rodovias. E isso vale, também, para a polícia rodoviária federal. Mas, por que há falta de policiais? Existem centenas de milhares de “aspones” em câmaras de vereadores, prefeituras, assembleias legislativas estaduais, governos estaduais, Congresso Nacional, além dos existentes nos poderes judiciários. Sobram “aspones” no Brasil, faltam policiais civis, militares e rodoviários. E o salário dos “aspones” são muito superiores aos dos policiais. Até quando, Brasil?

COMO “ELES” GOSTAM!
É impressionante o que estão fazendo no e com o Brasil. O Presidente nomeou um cara para comandar a Petrobrás que, certamente, não “tá nem aí” para o povo brasileiro. Mesmo com o petróleo a mais de 120 dólares ao barril os combustíveis jamais atingiram os absurdos valores atuais. Vale o mesmo para o gás de cozinha e para o gás industrial. Estão sucateando as “joias da coroa” (Banco do Brasil, Caixa Federal, Correios e Petrobrás) com o objetivo de “privatizá-las”, talvez nos mesmos moldes da “privataria tucana” (tipo Vale do Rio Doce, por exemplo) do “grande” fhc. A submissão, a inércia do povo brasileiro, diante de tantos desmandos, chega a ser chocante. Provavelmente devamos concluir que do jeito que “eles” (os donos do Brasil) gostam, também agrada ao povo. O futuro próximo mostrará.

Últimas

Primeira

A Câmara aprovou a criação da Guarda Municipal, mesmo com opiniões contrárias de experts no assunto, inclusive as promessas de campanha do Prefeito Pasin;

Segunda

Constitucionalmente, a guarda tem atribuição se zelar pelo patrimônio público. Isso empresas de segurança terceirizadas armadas também fazem, sem estabilidade no emprego;

Terceira
O assunto é importantíssimo, já que envolve relevante interesse público. Creio que ele merece um bem mais amplo debate, não só na Câmara de Vereadores;

Quarta
Temer pediu espaço no programa “O Brasil que Eu Quero” da Rede Globo, negado, claro. O cara-de-pau do ano diria em seu pronunciamento que “o Brasil que eu quero é o da continuidade das suas ações no governo”. Rir é o melhor remédio;

Quinta
O vácuo jurídico deixado por uma reforma trabalhista, que é bem a cara desse governo pífio, ainda dará muita dor de cabeça a empresários e trabalhadores. Quem viver, verá!

Sexta
Até quando a excrescência no trânsito da rua Ramiro Barcelos, trecho entre a General Osório e Saldanha Marinho continuará? Beira o ridículo o que fizeram ali, isso dito por gente de fora de Bento;

Sétima
Hoje é dia de grenal na Arena do Grêmio. Grêmio favorito? E desde quando grenal tem favorito? Grêmio terá que jogar muita bola para vencer;

Oitava
O Esportivo, com brilhante campanha no 2º turno, classificou-se para a próxima fase. O Pelotas será o forte adversário a ser batido. Jogo de ida, aqui, em Bento, no dia 20, às 16 h.

Sobre o autor

Antônio Frizzo

Antônio Frizzo

Economista e colunista do Jornal Semanário há 35 anos.
antoniofrizzo@italnet.com.br
www.jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário