Economia

Faturamento em queda livre no setor moveleiro

Da Redação
Escrito por Da Redação

O polo moveleiro de Bento Gonçalves, que engloba também os municípios de Monte Belo do Sul e Santa Tereza, com aproximadamente 300 empresas, registrou queda no faturamento em 2014 da ordem de 9,4% em relação a 2013. O valor registrado foi de R$ 2,54 bilhões. No estado do Rio Grande do Sul, a queda foi de 6,1% no semestre. O valor contabilizado foi de R$ 7,5 bilhões. Bento Gonçalves representou, assim, 33,8% do faturamento do estado nesse período.

Os números complementam um cenário que já era amplamente negativo: queda de 13,4% nas exportações (a maior retração desde 2009 que foi de 35%); fechamento de postos de trabalho com queda de 7,4%, quando o índice geral da indústria foi de 4,3%. Este é o pior resultado desde 2007.

O presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio lamenta os dados. “É um recorde negativo e a gente sabia que o ano era ruim, mas não dá pra dizer que esperávamos tais dados”. O desalento é ainda maior diante do cenário do ano que começa, com medidas que ainda não permitem vislumbrar quais serão as consequências e se elas serão positivas. Tecchio procura ser otimista, mas lembra que os pacotes anunciados pelo ministro Joaquim Levy são de curto prazo, quando as indústrias têm orçamento e planejamento estratégico de longo prazo. E até agora as notícias indicam elevação de custos, aumento de juros e desestímulo ao consumo.

Leia mais na edição impressa do Jornal Semanário deste sábado, 7 de fevereiro.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário