Esportes

Fase de grupos do Gauchão será decidida com clássicos

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

Com uma vaga em aberto para classificação e nenhum time rebaixado oficialmente, estadual será encerrado com GreNal

A última rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho será disputada amanhã, 11. Os seis jogos serão executados e, ao fim, estarão definidos os confrontos das quartas de final, bem como os rebaixados para a Divisão de Acesso. O destaque dos jogos fica por conta do GreNal que, sem um grande favorito, pode definir liderança de um e classificação de outro.

O cenário catastrófico para os tricolores que foi projetado há poucas semanas não se confirmou, o Grêmio evitou toda e qualquer possibilidade de rebaixamento e ainda pode classificar-se para a fase seguinte. Para isso, pode depender apenas da sua vitória – ou até tropeçar, caso o mesmo aconteça com o Juventude.

O Internacional, por sua vez, pretende confirmar a liderança do torneio, o que lhe garantiria decidir todas as fases de mata-mata em casa e ainda possibilitaria mais dois clássicos na fase seguinte. Além disso, conta com o seu torcedor para vencer o seu grande rival.
Ainda que com ambições de parte a parte, nenhuma equipe admite favoritismo. Essa situação há muito tempo não ocorria nos clássicos GreNal.

O Grêmio não deve ter Luan à disposição e não poderá contar com o volante Arthur durante a totalidade da partida. Renato Gaúcho deve escalar Marcelo Grohe; Madson, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Jailson, Maicon, Ramiro, Cícero e Everton; Jael.

Odair Hellmann, comandante colorado, por sua vez, não terá William Pottker e segue com o provável impedimento de escalar Leandro Damião e Danilo Fernandes. O time titular do Inter deverá ser Marcelo Lomba; Dudu, Klaus, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Nico López, D’Alessandro e Patrick; Roger.

O clássico GreNal acontece no Estádio Beira-Rio, às 17h, amanhã, 11. Além de ser uma das maiores rivalidades do futebol e ter a possibilidade de mexer com o calendário dos clubes, a partida contará com a novidade do árbitro assistente de vídeo – o VAR.


Juventude ainda com chances de quartas – A vitória sobre o São José na quinta-feira, 8 de março, colocou o Juventude de volta na briga por classificação às quartas de final do Gauchão. Entretanto, a equipe comandada por Julinho Camargo precisará de vitória e ainda uma combinação de resultados. Se somar os três pontos contra o Veranópolis, necessitará também do tropeço de Grêmio ou ainda empates de Avenida ou de São Luiz e São José.

Três times lutam contra o descenso – Os dois lugares que levam à Divisão de Acesso ainda estão efetivamente abertos para três times. Cruzeiro, Novo Hamburgo e São Paulo-RG guerrearão para fugir dos últimos dois postos na decisiva rodada. O Cruzeiro depende apenas de si – a vitória praticamente assegura a manutenção na elite devido ao saldo de gol. O Nóia precisará vencer o Avenida fora e ainda torcer contra vitória do Cruzeiro. O São Paulo-RG é a equipe que tem maior desafio.

Clássico decisivo da Zona Sul do estado – Dois extremos para equipes sulistas do Gauchão: o Brasil-PEL tem boa possibilidade de terminar a fase na liderança do torneio; enquanto isso, o São Paulo-RG precisa de um milagre para poder evitar o rebaixamento na temporada. O Leão jogará no seu estádio – o Aldo Dapuzzo – e precisará vencer o rival pelotense, contar com os tropeços dos adversário diretos e ainda tirar a diferença do saldo de gols. Dura tarefa para os rio-grandinos.


Foto:  Mauro Schaefer, Divulgação.

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário