Regional

Farroupilha passará a emitir alvarás por sistema digital

Da Redação
Escrito por Da Redação

A emissão de alvarás de localização e funcionamento passará a ser digital em Farroupilha. O novo sistema será lançado dia 1º de agosto e irá facilitar a rotina dos empreendedores e escritórios de contabilidade, pois não precisarão mais entregar os documentos físicos na Sala do Empreendedor.

Agora, os profissionais poderão enviar os documentos de forma digital por meio de um arquivo de PDF, que deverá ser protocolado no site da prefeitura. No formulário, também deverá ser cadastrado um e-mail e um número de WhatsApp, para onde a versão digital do alvará será encaminhada após a análise dos documentos. Na manhã desta terça-feira, 23, o projeto foi apresentado para profissionais da contabilidade de Farroupilha. Em sua fala o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda Roque Severgnini destacou que o projeto servirá para valorizar os escritórios de contabilidade do município. “Esse processo será uma ganha-ganha para todos, pois os próprios escritórios podem receber os documentos digitais dos clientes. O município com menos burocracia atrai investidores, nossos alvarás são emitidos em tempo recorde e, agora, de maneira digital”, explica.

O novo método terá um prazo de 60 dias para adaptação, após todos os processos serão digitalizados. “Exclui-se o processo físico, desmaterializando os arquivos, com a informação totalmente digitalizada. Este trabalho vai ao encontro com o pacote de incentivos para atração de novos investimentos para a cidade, assim como a expansão de investimentos já existentes. Com o alvará digital os escritórios de contabilidade não precisam se deslocar mais até a prefeitura. Isso engrandece as nossas empresas, as nossas iniciativas, o nosso governo, mas principalmente Farroupilha”, salienta.

Conforme a prefeitura, em 2015, a emissão de um alvará em Farroupilha demorava até 400 dias. Em 2019, o prazo caiu para 12 horas, o que representa uma redução de 97% no tempo de emissão do documento. O resultado é fruto de diversas iniciativas da administração municipal, como a criação da Sala do Empreendedor, a implantação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM), além de muito diálogo com a comunidade.

Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Caiani Lopes

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário