Esportes

Farrapos define diretoria e quer fortalecer as categorias de base

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

Foi eleito, nos últimos dias, o grupo que conduzirá a gestão do Farrapos Rugby Clube nos próximos dois anos. Com cinco pessoas exercendo os cargos estatutários, o time terá diversas frentes de administração. O presidente será Luís Francisco Flores, o Tito, que retorna ao posto de mandatário para os dois anos subsequentes.

Tito é um dos fundadores do Farrapos e já exerceu o cargo de presidente em outras oportunidades. Para ele, o retorno ao clube é uma processo natural. “A verdade é que eu nunca saí dali. Sempre estive junto, mesmo nos dois últimos anos que não fiz parte da diretoria. Apenas volto para o cargo de presidente”, ressalta.

Tito retorna ao posto de presidente – Foto: Lucas Delgado

O novo presidente compôs a chapa única que concorreu à diretoria. Além de Tito, formam o grupo de gestão em cargos estatutários o vice-presidente Leonardo Scopel, o diretor técnico Bruno Barreto e a diretora administrativa Kamila Galante. Seguindo o estatuto, por ser chapa única, a assembleia deu aval para a eleição por aclamação.

Nos últimos dois anos, o clube foi comandado por Fabiano Sperotto. De acordo com ele, a gestão passada obteve êxitos em muitas áreas de atuação, pelo trabalho de diversas pessoas. “A verdade é que o cargo de presidente do Farrapos é apenas mais um dentro de um contexto de grupo que trabalha em prol do clube”, exalta. Sperotto ainda cita a proximidade das duas gestões. “Esse intercâmbio acontece entre todos. O próprio Tito me assessorou muito durante a gestão nos últimos dois anos e agora retorna para seguir este trabalho”, acrescenta.

Missão de manter o nível de gestão

Na gestão passada, o Farrapos Rugby evoluiu sua performance nos campeonatos e também em estrutura. A criação da academia de desenvolvimento, trazida pela Confederação Brasileira de Rubgy (CBRu) passou a dar suporte aos atletas. Com a equipe de rugby XV adulta masculina, o Farrapos atingiu o quarto lugar em 2016 e, em 2017, o vice-campeonato nacional – posição inédita para o clube. Além disso, iniciou-se o processo de fortalecimento das equipes de categorias de base e também do time feminino.

Para Tito, assumir o cargo neste estágio atual do Farrapos demanda mais esforço para elevar o patamar do clube. “A gestão do Fabiano Speratto entrega o nosso clube em um lugar mais elevado do que pegou. Desta forma, fica o nosso desejo de fazer o mesmo. Porém, sabemos que é cada vez mais dificultoso elevar a qualidade já que estamos em um estágio avançado”, sustenta.

Javier Cardozo segue no comando do Farrapos (Foto: Lucas Delgado)

Para dar sequência ao projeto, a comissão técnica será mantida, apesar de baixas no elenco. Javier Cardoso segue como técnico do Farrapos. Foi sob o seu comando que o time atingiu os melhores resultados em Campeonatos Brasileiros nos últimos dois anos. Além disso, ampliou-se a hegemonia do rugby do Rio Grande do Sul, já que o time alviverde chegou a oito títulos estaduais seguidos.

Novos objetivos traçados

A nova gestão administrativa do Farrapos Rugby Clube terá como propósito principal a potencialização de todos as áreas de atuação. A diretoria deixa claro que, apesar da prioridade ao time adulto, há a preocupação em consolidar o trabalho com jovens e demais categorias.

De acordo com Tito, a frente de trabalho terá como uma das prioridades a formação de uma sólida categoria de base. “Ao contrário do time adulto, nós não temos hegemonia em outras categorias. Queremos aproveitar todas as possibilidades para desenvolver esse planejamento”, afirma.

A justificativa da diretoria, para fortalecer o trabalho com jovens, é o crescimento do clube em um cenário do esporte que ainda não é profissional. “Nós precisamos desenvolver jovens jogadores a fim de criar novos talentos para as categorias de base. É assim que entendemos que o esporte amador pode ser sustentado. Assim não caímos no erro comum de investir em atletas prontos que darão resultado em um ano e no próximo talvez não”, sustenta o presidente.

Neste ano, o Farrapos faz trabalho com cinco escolas de Bento Gonçalves. Nos educandários, membros da equipe ensinam o esporte para crianças e jovens com a intenção de enraizar cada vez mais o esporte na cultura local. A diretoria do clube planeja a realização de um campeonato interescolar a partir dos projetos desenvolvidos na cidade. De acordo com os gestores, a CBRu apoia financeiramente esta ação.

 

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário