Esportes

Farrapos bate o Jacareí e está na final do Super 16

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

Com emoção até os minutos finais e diante de um público que pressionou os adversários durante os 80 minutos. Assim ocorreu a classificação do Farrapos Rugby Clube à final do Super 16, o Campeonato Brasileiro de Rugby XV. A equipe bateu o Jacareí na reedição da decisão de 2017, superou o trauma passado e enfrentará a Poli Rugby em casa.

Técnico Javier Cardozo comemora classificação a mais uma final

Farrapos e Jacareí entraram em campo no Estádio da Montanha com as bandeiras das duas melhores equipes da temporada passada e com grande nível mantido para este ano. Invicto, o Farrapos precisava vencer para buscar o título que ficou próximo em 2017; o Jacareí, por sua vez, queria confirmar a sua força mesmo com duas derrotas sofridas ao longo da competição.

Os locais iniciaram o jogo pressionando, mas demoraram a abrir o marcador. Facundo Flores foi quem fez os três primeiros pontos com um penal. Em situação semelhante, o Jacareí buscou o empate, mas perdeu a tentativa de penal com Leo. Na sequência, Facundo fez o mesmo que Leo e manteve o jogo em 3×0.

Farrapos bate Jacareí e está na final do Super 16

Com muita tensão e suor o Farrapos Rugby Clube espantou o fantasma de 2017, venceu o Jacareí por 18 a 17 e volta a disputar a final do Campeonato Brasileiro – dessa vez contra a Poli Rugby! Conversamos com o capitão Eduardo Manosso Zanrosso, o Duda, no vídeo, sobre a dura partida; além disso, o repórter Lucas Delgado falou com o técnico Javier Cardozo sobre a dificuldade que seria em não projetar no confronto de hoje uma revanche da derrota do ano passado. Mais detalhes e informações em:http://jornalsemanario.com.br/farrapos-bate-jacarei-e-esta-na-final-do-super-16/

Publicado por Jornal Semanário em Sábado, 6 de outubro de 2018

Antes do jogo ir para o intervalo, porém, o Jacareí colocou pressão para cima do Farrapos e anotou dois tries (sem conversão) com Matheus e Drudi. Desta forma, os times foram para o intervalo com a vantagem para os paulistas em 10×3.

Etapa final e emoção

Os 40 minutos finais foram repletos de emoção de parte a parte. Em busca da recuperação, o Farrapos chegou fez o primeiro try logo no início, com Lafa  – convertido. Porém, o Jacareí respondeu com novo try, retomando a liderança com 17×10. Após acertar um penal e encostar no marcador, Facundo Flores voltou a brilhar. Ele recebeu passe baixo, utilizou o pé para dominar a bola e conseguiu chegar no in-goal, colocando 18 pontos pró-Farrapos.

O try de Facundo Flores que garantiu a vitória do Farrapos

Os visitantes tiveram três chances de pontuar em penais, mas todos foram desperdiçados antes do fim da partida. O jogo foi encerrado em 18×17 para os bento-gonçalvenses o que resultou na classificação à decisão do Super 16.

O capitão do Farrapos, Duda Zanrosso, acredita que foi o jogo mais duro do ano. “Temos a mentalidade de fazer de todo jogo uma final e isso fez diferença nos momentos decisivos”, avaliou. E relembrou a derrota para o Jacareí no ano passado. “O nosso grupo teve cabeça e conseguiu segurar o placar, ao contrário do ano passado”, concluiu.

O técnico do Farrapos, Javier Cardozo, citou o confronto de 2017 como algo que não poderia de forma alguma entrar em campo. “A gente trabalhou durante a semana em não levar esse jogo como uma revanche. Não mudaria nada […]. Pensamos em fazer o nosso máximo até o final, tentar de tudo e foi o que fizemos”, afirmou.

Esta é a segunda final que o Farrapos fará, porém a primeira em Bento Gonçalves.  O adversário será a Politécnica, que eliminou o Curitiba Rugby na outra semifinal.

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário