Geral

ExpoBento 2017 ultrapassa 226 mil visitantes e consolida saldo positivo nos negócios

Laura Gross
Escrito por Laura Gross

Superação é a palavra que melhor define a ExpoBento 2017. Primeiro, porque foi uma edição de recordes. Após 11 dias de programação, a maior feira multissetorial do país encerrou no domingo (18), em Bento Gonçalves, mostrando números superlativos: 226.151 mil visitantes estiveram no Parque de Eventos, ou seja, 7,5% a mais do que o público da edição anterior.
Também, porque as boas oportunidades de negócio que gerou ajudaram a injetar novo ânimo na economia, afastando as sombras de um período de retração motivada por uma sucessão de crises políticas e econômicas. O crescimento de 6% em área comercializada, numa época de incertezas, simboliza a forma assertiva de negociar com o expositor, tornando a ExpoBento atrativa tanto para quem a faz quanto para quem aposta nela para alavancar as vendas. Os indicadores ainda não são definitivos – porque muitas delas são concretizadas no período pós-feira -, mas permitem afirmar com segurança o atingimento da marca dos R$ 40 milhões projetados.

Some-se a isso a consolidação da feira enquanto programa de lazer e cultural para a comunidade. Ao todo, a programação teve quase 100 atrações entre shows musicais, apresentações de dança, teatro e humor e até do novo circo com o espetáculo “Menorah”. Passaram pelos três palcos – Praça Gastronômica, Praça Vinícolas, Praça Variedades – e pelo Pavilhão E artistas locais – numa valorização de talentos bento-gonçalvenses – e nomes como Tati Portela, Claus e Vanessa, Thedy Corrêa, Guri de Uruguaiana, Nei Van Soria e Oswaldir & Carlos Magrão, além da atração nacional, Maiara & Maraisa.

Foi, portanto, uma ExpoBento de sucesso – muito advindo do esforço da comissão organizadora em oferecer uma feira que dialogasse com os interesses de seu público, ou seja, opções diversas de compra com preços atrativos e lazer para a família. O cumprimento dessa proposta trouxe resultados vistosos. O produtor rural Zair Ferrari, do interior de Carlos Barbosa, mostrava o sorriso em meio a queijos e salames no setor da agroindústria, segmento que teve sua participação na ExpoBento subsidiada pelo Governo do Estado. “Está melhor do que minha expectativa. Já vendi mais do que no ano passado”, disse ainda no sábado – com o domingo inteiro ainda pela frente para vender, ele já computava vendas superiores à de 2016 em 8%.

Feira múltipla com mais de 30 mil produtos oriundos de 450 expositores, a ExpoBento se mostrou produtiva até para quem apostou em produtos com nicho de consumo bem específico. A Rollins Tattoo confessa que compareceu sem muita expectativa – e acabou se surpreendendo com a reação do público. O estande, logo na entrada da feira, atraiu o olhar dos curiosos e também daqueles que acabaram decidindo “levar” uma tatuagem “para casa”. “Foi ótimo, fizemos mais de 50 tatuagens”, disse o proprietário e tatuador Rodrigo Cenci Tedesco.

No setor de variedades, muitos comungavam da alegria de Ferrari. Daigor Bono Pedrolo, da malharia farroupilhense Caravaggio, comemorava os resultados, também superiores aos do ano passado. “Para nós foi bem positivo, com certeza estaremos de volta em 2018”, comentou o proprietário da empresa. Com duas lojas no setor de moda, a Carlize fez da feira uma grande vitrine para a marca, com uma unidade apostando na coleção de inverno da Anselmi e outra com os produtos tradicionais que comercializa. “Está dando resultado, cumpriu com nossa expectativa”, afirmou a proprietária, Elenir Bedin.

Feira também com perfil de negócios futuros, a ExpoBento serviu de esteio para encaminhar vendas de grande monta. No estande da Simpala no Salão Automotivo, muitas das visitas já foram encaminhadas para a concessionária. “No nosso setor, é bom para fazermos prospecção de clientes, pois temos um produto de valor agregado muito grande. É importante estar aqui para divulgar a marca e expor os produtos”, salientou o gerente de vendas da Simpala, Fabiano Piazzetta.

Continuidade e superação

Seja com negócios futuros, seja com comercializações imediatas, a ExpoBento construiu em seus 27 anos uma reputação de feira que dá certo para o expositor e para o visitante, que têm novo encontro marcado para 2018: de 07 a 17 de junho.

Promovida pelo Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves, consolida-se como expoente dos resultados positivos que se pode alcançar quando há trabalho colaborativo e comprometido. “Esse é um momento muito especial para o CIC-BG.
Estamos diante do sucesso da ExpoBento, um dos produtos mais emblemáticos de nossa entidade, e sem dúvida um dos eventos mais expressivos para a cidade de Bento Gonçalves. Prova de que quando trabalhamos unidos por uma causa somos ainda mais fortes. Nosso compromisso deve ser com o futuro, com a continuidade dos projetos que beneficiam a comunidade – esse é nossa principal contribuição enquanto representantes de entidade”, avalia o presidente do CIC-BG, Laudir Miguel Piccoli.

Destaques da ExpoBento 2017

Shows na Praça Gastronômica: A Praça Gastronômica foi o grande centro de lazer e convivência da ExpoBento 2017. Com infra-estrutura para receber de bandas a artistas solo, de shows de humor a apresentações teatrais, o espaço foi um dos mais celebrados pelo público que, além da diversão, podia aliar isso com a boa gastronomia serrana. Ali, sem custo extra, além do ingresso de acesso a feira, o público pode assistir a mais de 80 apresentações variadas, de abrangência regional e até mesmo nacional.

Cookshows e degustações: Não é todo dia que chefs renomados ensinam e dão dicas valiosas no preparo de pratos – ainda mais de graça. Os cookshows do projeto Buona Forchetta, com 12 chefs que falaram de ingredientes tão distintos quanto hortaliça e codorna, foram uma das coqueluches da ExpoBento. E como uma boa comida casa com um bom vinho, a degustação oferecida também foi um aprendizado para os visitantes.

Salão Fenavinho e Quer Casar Comigo?: A tematização de espaços foi uma das apostas nesta edição. Com os 50 anos da Fenavinho comemorados neste ano, a ExpoBento prestou um tributo a mãe das festas/feiras da cidade, provocando nostalgia naqueles que participaram de algumas das 15 edições da festa e ansiedade naqueles que aguardam por desfrutar do mundo de Baco no futuro. Já a mostra de casamentos Quer Casar Comigo? oportunizou, pela primeira vez na ExpoBento, o contato direto de noivas com fornecedores/prestadores de serviço àqueles que estão com os pés no altar.

Agroindústria familiar: Produtos frescos, mais saudáveis e com aquele toque de sabor caseiro. Impossível resistir a biscoitos, geleias, queijos, pães e outros quitutes. Além de preços camaradas, a certeza da colaboração na cadeia produtiva regional, incrementando a geração de trabalho e renda e o desenvolvimento sustentável.

A avaliação de quem fez a ExpoBento

Roger Bellé, diretor-geral
“O comprometimento de toda equipe de organização fez a diferença. A feira é feita por um grupo de pessoas que tem um carinho muito especial pela ExpoBento, e isso faz com que ela evolua. Foi um time sem vaidades ou egos, que trabalhou com planejamento de cronograma e de ações. Em dezembro de 2016 a feira estava praticamente pronta no papel. Foi um ano difícil economicamente, mas o público veio – e encontrou serviços prestados de uma maneira mais eficiente, o que é um processo de construção ano a ano. Percebo que as pessoas optaram por deixar os problemas fora do parque: aqui dentro as famílias, os casais, os amigos estão passeando, consumindo, se divertindo. A ExpoBento não tem crise, não tem violência, não tem insegurança. E o sucesso de público também se deve à assertividade de algumas ações estrategicamente pensadas. Tivemos 52 mil ingressos vendidos de forma antecipada e também doação de 30 mil ingressos para entidades, escolas e instituições – ação que, além de garantir público visitante, se reverte em benefícios para o desenvolvimento da comunidade – que é o maior propósito da ExpoBento, contribuir com Bento Gonçalves”.

Gabriel Poletto Luchese, diretor Jurídico
“Os números sem dúvida são expressivos e atestam as avalições positivas que temos colhido tanto de visitantes quanto de expositores. O melhor expoente da satisfação dos lojistas e das pessoas é vê-las carregadas com as sacolas, passando pelos corredores, apesar de um ano de crise”.

Gianfranco Bellé, diretor de Projetos
“Percebo uma evolução na organização da feira, especialmente na parte de projetos: tivemos atrativos novos, ações inéditas e inovações como a mudança na área gastronômica, além da presença de food truck, cursos temáticos, entre outras. Esse conjunto de melhorias contribuiu para evoluirmos como feira”.

José Carlos Zortéa, diretor de Comercialização
“É verdade que o momento econômico nos preocupava, vimos feiras não acontecendo ou diminuindo de tamanho, mas a ExpoBento cresceu 6% em área comercializada. A maior edição de todos os tempos é a de 2017. Tivemos uma semana de clima favorável, um público maravilhoso e, com isso, bons resultados ao expositor. Nossa grande satisfação é quando não aparecemos, quem tem que aparecer é o expositor com seu produto e o visitante sair satisfeito”.

Daniel De Toni, diretor de Serviços e Alimentação
“Algumas mudanças criativas que apresentamos vão pontuar esta edição, como o palco no setor de gastronomia, o acesso a todos eventos da feira através do ingresso único, com exceção do show de Maiara e Maraisa, e o cuidado na prevenção no quesito de serviços, como segurança, estacionamento e limpeza. Esse grau de excelência que oferecemos certamente é um diferencial que a ExpoBento tem a oferecer”.

Juliano Frizzo, vice-diretor de Serviços
“As questões técnicas e de serviço foram bem organizadas, muito bem encaminhadas. Criamos regras e as seguimos, o que ajudou na alegria dos expositores e dos visitantes. Quem esteve na feira pôde aproveitar um programa de lazer com conforto, comodidade e segurança”

Alexandro Almeida Barreto, diretor de Marketing
“A ExpoBento é uma feira muito querida, muito adorada. Fica fácil de fazer um planejamento de marketing em cima desse público que conhece e aprecia o evento. A percepção que tínhamos era de que seria um ano muito difícil pela questão financeira, mas a ExpoBento goza de credibilidade, e o expositor sabe que tem um retorno ao investir aqui. Por isso o sucesso é uma consequência”.

Anderson Pereto, vice-diretor de Marketing
“A palavra que define o sucesso da ExpoBento é organização. O know-how adquirido ano a ano e o grupo formado com pessoas que já tiveram experiência fazem com que a feira seja realmente esse case que ela é. Existem, obviamente, fatores externos que influenciam o resultado, como clima, economia, mas é incrível como a ExpoBento tem a capacidade de transpor essas interferências. O número de pessoas com sacolas nos transmite que fomos muito assertivos no encontro do expositor certo para o público certo”.

Leocir Glowacki, diretor de Eventos
“A ExpoBento 2017 foi muito feliz ao propor a questão de acessibilidade como principal diferencial dessa edição. Com isso, atraiu um contingente valioso de pessoas que puderam assistir a diversas apresentações artísticas e culturais, apreciar atrações inéditas, visitar os expositores e fazer bons negócios apenas com o custo do ingresso de acesso à feira. Estamos muito satisfeitos também com a riqueza da programação que conseguimos montar para atrair o público e, também, com a qualidade dos serviços prestados aos que nos visitaram. O sucesso dessas inovações é inspiração para o desafio de construir uma ExpoBento 2018 ainda melhor”.

Sobre o autor

Laura Gross

Laura Gross

online@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário