Esportes

Espaço Grenal: 25ª rodada

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

GRÊMIO

A redenção após um breve período de incertezas e pressão. Essa frase pode descrever o momento do Grêmio, após a classificação às semifinais da Libertadores da América. O adversário vem de longe e surpreende.

O mês de setembro foi muito complicado para os gremistas. O time perdeu jogadores importantes, brevemente ou de forma definitiva, pelos mais variados motivos: por exemplo, Maicon passou por cirurgia, Lincoln e Pedro Rocha foram negociados; e Geromel e Luan sofreram lesões que implicaram em uma queda de rendimento da equipe de Renato Portaluppi.

As críticas surgiram e a prova de fogo foi na quarta-feira, 20, pelo jogo decisivo das quartas de final da Libertadores. Diante do Botafogo, o Grêmio venceu com um gol com a marca do tricolor. Guerreado, na força, com o cabeceio certeiro de seu centroavante. Lucas Barrios foi decisivo para o prosseguimento do Grêmio no continental. O gol surgiu justo no momento em que a Arena do Grêmio era tomada pela apreensão por conta do bom jogo do Botafogo.

A classificação garante ânimo para o tricolor. Não só por retomar a boa forma de outros tempos, mas, também, pela possibilidade de, durante cerca de um mês, voltar a focar no Brasileirão. O próximo duelo pela Libertadores só acontece em 22 de outubro, o que garante ao Grêmio a possibilidade de buscar a liderança do torneio nacional.

Apesar de ser possível, o comando do time gaúcho dá sinais de descrença da possibilidade do título do Brasileiro. Tanto é que o Grêmio deve ir a campo com equipe alternativa na próxima rodada.
O Grêmio visita o Bahia em jogo válido pela 25ª rodada do Brasileirão. A partida é no domingo, 24, às 19h.

 

INTERNACIONAL

Vencer, vencer e vencer. Somente isso. Esse é o verbo que ecoa nos corredores do Beira-Rio. Dessa vez não é o mau momento que reforça a necessidade de vitória, mas sim o fraco adversário e a possibilidade de retomar a liderança da Série B.

Nos últimos dois jogos do Internacional, uma derrota e uma vitória. No terceiro jogo da série que faz o América-MG e o Colorado ficarem intercalando o posto de líder da Segunda Divisão, os gaúchos têm vantagem em caso de vitória. O Coelho venceu o Vila Nova-MG na rodada, mas tem 13 triunfos, contra os 14 que o Inter pode chegar.

Fundamental para seguir o rumo do título do torneio, o Internacional precisa vencer o péssimo Náutico. Afundado em dívidas e sem conseguir vencer mais de um jogo em sequência, os pernambucanos têm praticamente assegurada a sua passagem à Série C.

Favorito, o Colorado terá dois desfalques importantes para a próxima partida. O lateral Cláudio Winck está fora. Com a carreira marcada por constantes lesões, o jogador que joga pelo flanco esquerdo vinha em uma sequência longa de jogos, mas foi novamente alcançado por problemas físicos. Em seu lugar joga Alemão – que retornou do Departamento Médico no jogo passado.
O outro desfalque importante é do capitão D’alessandro, que está suspenso. Em seu lugar, duas possibilidades: o chileno Felipe Gutierrez ou Camilo. Por conta das condições físicas do brasileiro, Gutierrez deve ser o titular. Assim, o Inter fica menos ofensivo e mais dependente das armações de Eduardo Sasha e William Pottker.

Mesmo com esse jogo contra o Náutico, Guto Ferreira atentou, durante a semana, para uma decisão dentro do torneio mata-mata. Na rodada seguinte, o Inter enfrenta o América-MG. Antes, Internacional e Náutico jogam pela 25ª rodada da Série B. O jogo acontece no sábado, às 16h30min, no Estádio Luiz José de Lacerda.

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário