Antônio Frizzo

E aí? Agora vai?

Antônio Frizzo
Escrito por Antônio Frizzo

E AÍ, AGORA VAI?
A greve dos caminhoneiros terminou, mesmo, ou foi colocada em stand by? Pois todos os indícios apontam para uma “trégua programada”, tipo “vamos ver como irão ficar as promessas do governo”. Sim, e com sobradas razões. Afinal, quando se vê e ouve alguns patetas falando alhos e outros bugalhos, melhor ficar com um pé atrás. A promessa, menos R$ 0,46 por litro de diesel, chegará à bomba, ao tanque do caminhoneiro? Esse é o “x” da questão. Quanto ao preço da gasolina, nenhuma palavra. Segue valendo a determinação do “homem do mercado”, colocado na presidência da empresa, obviamente por imposição do “capitalismo meio-estatal” (se der lucro, é dos acionistas; se prejuízo, o governo – leia-se “o povo” – pagará) que vigora no Brasil neoliberal dos “donos do Brasil” (banqueiros, empreiteiros, grandes empresários, ruralistas e usineiros), que é controlado através dos políticos que elegem e manipulam.

CORTAR GASTOS?
Ora, claro que não! Por que cortar gastos supérfluos e privilégios ao funcionalismo e políticos se eles podem massacrar os brasileiros com aumentos de impostos? Ou por que cortar gastos se podem, ao seu bel prazer, cortar INVESTIMENTOS, como na saúde, segurança, educação, infraestrutura, etc.? E por que não falam em tributar as GRANDES FORTUNAS, algo que o povo brasileiro ouve falar há décadas? Ah, sim, como tributar os “donos do Brasil” se são eles que mandam e desmandam? Como cortar gastos dos poderes executivos (governo, estados e municípios), judiciário e legislativo, se são esses que podem conceder e manter seus privilégios? Por isso tudo creio, piamente, que, em caso de uma próxima greve, não só os caminhoneiros paralisarão o Brasil. O povo, até agora oprimido, mas omisso, fará a sua parte. Estarei sendo ingênuo?

AS LIÇÕES DA GREVE
Muitas lições podem ser tiradas, a critério de cada um. No meu entender, a maior delas é a falta de autoridade escancarada que se viu. As chamadas “autoridades competentes” prometeram “medidas drásticas” (multas, prisões, etc.) contra os que desobedecem às determinações e os acordos estabelecidos e o que se viu? Muitos “não estavam nem aí” para eles e agiram como bem entenderam. Mas, de uma coisa todos ficaram certos: a privataria da Petrobrás está marchando célere. Antes era o Serra, seus pares tucanos e seguidores, no Congresso, que “trabalhavam” para isso. Agora colocaram um seu representante no comando da empresa. Para que despolitizá-la e fazer com que retome os precípuos interesses do Brasil se podem “privatizar seus lucros e socializar os prejuízos”, né? O governo fhc mostrou como se faz isso, escancaradamente. A conta? Certamente nós, povo, pagaremos essa conta monstruosa. Como sempre!

É SÉRIO ISSO?
Ouvi entrevistas de gente do PROCON dizendo que “os consumidores deveriam pedir nota fiscal do posto de combustível onde abasteceu para poder provar abusos”. Estariam falando sério? Afinal, para que servem os PROCONS? Para fiscalizar, não? Então, por que não COMPARECEM aos postos e checam in loco, ao vivo e a cores, os preços praticados nas bombas? Uma pessoa do povo, normal, pode ter receio de denunciar temendo represálias, obviamente. A TV mostrou postos com as bombas exibindo gasolina a R$ 9,99. Precisaria alguém abastecer e mostrar uma nota fiscal ao PROCON? Por favor!

EXPOBENTO 2018
De 7 a 17 de junho, logo, logo, portanto, teremos a EXPOBENTO 2018 nos pavilhões do Parque de Eventos. Serão mais de 450 expositores; mais de 200 mil visitantes esperados; mais de 40 milhões em negócios realizados. A nossa “Feira Sem Limites”, já consolidada, a cada ano consegue se superar, em todos os sentidos. Com essa atingimos 28 edições, todos coroadas de sucesso. A que está prestes a ser iniciada – quinta-feira da semana que vem – terá extensas programações e atrações ao público visitante, além das ofertas de mix variadíssimo de produtos. Todos os dias, das 18h às 22h30min, ingressos a R$ 5,00; sábados e domingos, das 10h às 22h30min, ingressos a R$ 10,00. Consulte o portal www.expobento.com.br e obtenha todas as informações.

DEUS QUEIRA QUE DÊ CERTO!
O prefeito Pasin sancionou a lei, aprovada pela Câmara de Vereadores, que permite a criação da Guarda Municipal. Sabiamente, a guarda tem funções constitucionais definidas, notadamente a “proteção do patrimônio público” (artº 144, parág. 8º). O prefeito, quando em campanha para a reeleição, afirmou que não a criaria. Bem, ele mudou de opinião e contou com vereadores. Para a “proteção de seus bens, serviços e instalações”, há serviços terceirizados, sem necessidade de funcionários concursados, como está previsto. Resta-nos rezar para que tudo dê certo e os gastos valham a pena.

ÚLTIMAS

Primeira
Há quem queira vender a Petrobrás, de qualquer forma. Isto significa querer acabar com o carrapato matando a vaca. Matar os carrapatos não “ajuda os amigos”, né?

Segunda
Pasmem! O Tribunal de Contas da União viu “indícios” de desvios no conhecido “ROUBOANEL” paulista. Só depois de tanto tempo e as denúncias da justiça Suíça? A tucanada paulista morre de rir;

Terceira
Preço de um tipo de queijo num estabelecimento local: 4º feira, R$ 49,90; 6ª feira, R$ 59,90; semana seguinte, R$ 69,90. É verdade, acreditem!

Quarta
Ainda estou debulhando a palestra da senadora Ana Amélia, no CIC/BG. Fica para a semana que vem meu comentário;

Quinta
Pedro Parente “pediu” demissão. “Mercado” reagiu. Ações Petrobrás caíram de preço. E daí? Pagaremos menos pela gasolina? Dane-se o Mercado!

Sexta
O que era temido acorreu: Esportivo levou 3×0 e foi eliminado. Agora é aglutinar todas as forças para subir em 2019, ano do centenário do Clube;

Sétima
No Brasileirão, o Inter segue matando a pau rumo ao título e o Grêmio patina. Hoje tem Inter x Sport no Beira-Rio e amanhã Grêmio x Bahia, em Salvador. Jogos para firmar posições, não?

Sobre o autor

Antônio Frizzo

Antônio Frizzo

Economista e colunista do Jornal Semanário há 35 anos.
antoniofrizzo@italnet.com.br
www.jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário